- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Sessão na Câmara de SP é suspensa após áudio racista vazado de vereador: 'É coisa de preto, né?'

© Folhapress / Adriano VizoniPlenário da Câmara Municipal de São Paulo em 1º de janeiro de 2021.
Plenário da Câmara Municipal de São Paulo em 1º de janeiro de 2021. - Sputnik Brasil, 1920, 03.05.2022
Nos siga noTelegram
Uma sessão na Câmara Municipal de São Paulo foi interrompida temporariamente, nesta terça-feira (3), após o vazamento de um áudio atribuído ao vereador Camilo Cristófaro (PSB).
"É coisa de preto, né?" foi a frase ouvida pelos parlamentares, durante Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga empresas de aplicativo.
O flagrante ocorreu no início dos trabalhos, quando a sessão recebia a ex-CEO da empresa Uber, Claudia Woods, e o sócio da empresa de motofrete THL, Thiago Henrique Lima.
"Varrendo com água na calçada... É coisa de preto, né?", disse a voz, supostamente de Cristófaro.
© Folhapress / Karime XavierVereador Camilo Cristófaro em 5 de outubro de 2016.
Vereador Camilo Cristófaro, em 5 de outubro de 2016 - Sputnik Brasil, 1920, 03.05.2022
Vereador Camilo Cristófaro em 5 de outubro de 2016.
O vereador não estava presente na Câmara no momento. Ele participava da sessão de forma remota, por vídeo.
Sua imagem não apareceu no painel do plenário durante o vazamento do áudio. Porém, conforme publicou o G1, a direção dos trabalhos confirmou que Cristófaro já estava participando da sessão.
O presidente da CPI, Adilson Amadeu (União Brasil), suspendeu os trabalhos por cinco minutos após o áudio.
Na retomada dos trabalhos, a vereadora Luana Alves (Psol) declarou que Cristófaro foi "extremamente racista".

"Infelizmente nós temos a sessão completamente tumultuada por um áudio que tem a voz do vereador Camilo Cristófaro, que acaba de proferir uma frase extremamente racista. Eu queria não acreditar que essa fala existiu, mas infelizmente existiu. Conversamos ali atrás, queria pedir à secretaria da Mesa as notas taquigráficas. Ficará registrado. Ficou acordado que todos aqui são testemunhas para todas as ações que venham a ocorrer se ficar comprovado que [a voz] é do vereador Camilo Cristófaro, como parece ser", disse Luana Alves.

O presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, apresenta o Plano de Segurança Sanitária para as Eleições Municipais de 2020. Foto de arquivo - Sputnik Brasil, 1920, 02.05.2022
Notícias do Brasil
'Nunca fui a Cuba e não sou dado a orgias', diz Barroso sobre fake news que circulam sobre ele
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала