- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Após resistência do governo, TSE cancela convite para UE observar eleições no Brasil, diz Reuters

© Folhapress / Lucas Lacaz RuizUm funcionário do cartório eleitoral do São José dos Campos, no Vale do Paraíba, faz os testes de recebimento de 115 urnas novas modelo 2020 que serão usadas nas próximas eleições
Um funcionário do cartório eleitoral do São José dos Campos, no Vale do Paraíba, faz os testes de recebimento de 115 urnas novas modelo 2020 que serão usadas nas próximas eleições - Sputnik Brasil, 1920, 03.05.2022
Nos siga noTelegram
Além do próprio presidente da República ter feito declarações negativas sobre o convite, o Itamaraty também lançou nota rejeitando a ideia. O TSE ainda não fez comentários sobre o assunto.
No dia 12 de abril, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) convidou a União Europeia para observar, pela primeira vez, as eleições gerais no Brasil este ano, conforme noticiado.
Entretanto, após reclamações do governo Bolsonaro sobre a presença desse tipo de missão diplomática durante o pleito, o tribunal retirou o convite que havia feito ao bloco europeu, disseram duas fontes com conhecimento do assunto à Reuters nesta terça-feira (3).
Uma das fontes afirmou que foi informada pelo órgão que o pedido de missão da UE "não está mais na mesa". Procurado, o TSE não respondeu de imediato a pedido de comentário, diz a mídia.
No dia 13, um dia após o convite, o Itamaraty expressou resistência, através de um comunicado, à convocação do órgão para observação de membros estrangeiros.
O MRE do Brasil apontou que "no que toca a eventual convite para missão da União Europeia, o Ministério das Relações Exteriores recorda não ser da tradição do Brasil ser avaliado por organização internacional da qual não faz parte".
Fachada do Palácio do Itamaraty em Brasília, em 9 de março de 2017 - Sputnik Brasil, 1920, 13.04.2022
Notícias do Brasil
Em comunicado, Itamaraty expressa resistência ao convite feito à UE para observar eleições no Brasil
Na semana passada, em tom de ironia e após fazer novos ataques ao sistema de votação, o presidente, Jair Bolsonaro (PL), disse que se quer dar "ar de legalidade" ao processo eleitoral ao convidar observadores internacionais, os quais, segundo ele, ficariam apenas olhando, de acordo com o UOL.
"Que observação é essa? Que legalidade? Com que segurança podem dizer que aconteceu as eleições?", questionou o presidente citado pela mídia.
A possível polarização nas eleições – que envolve não só candidatos de ideologias opostas, mas também um eleitorado dividido entre quem acredita no sistema de urnas eletrônicas e quem pede a volta do voto impresso – coloca em risco um pleito pacífico no país.
O TRE-DF (Tribunal Regional Eleitoral) realiza o teste e lacração das urnas eletrônicas que serão enviadas para votação no exterior (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 12.08.2021
Notícias do Brasil
Em meio à polêmica do voto impresso e urnas eletrônicas, TSE cria novas medidas de transparência
Na segunda-feira (2), a Polícia Federal começou a treinar agentes que vão fazer a segurança pessoal dos presidenciáveis durante as eleições no Brasil. No total, 21 policiais ficarão à disposição dos candidatos.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала