Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

OTAN planeja desestabilizar região Ásia-Pacífico para EUA alcançarem hegemonia, escreve CGTN

© AP Photo / Efrem LukatskyHelicópteros ucranianos sobrevoam navio de guerra russo durante as manobras de exercícios em conjunto à OTAN, no mar Negro, 9 de julho de 2021
Helicópteros ucranianos sobrevoam navio de guerra russo durante as manobras de exercícios em conjunto à OTAN, no mar Negro, 9 de julho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 02.05.2022
Nos siga noTelegram
A Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) está tentando desestabilizar a região Ásia-Pacífico para garantir o domínio dos EUA sobre o mundo, avança portal chinês CGTN.
Segundo observa autor do artigo, a Aliança Atlântica está se posicionando como um bloco "defensivo", mas ao mesmo tempo está se expandindo intensamente e desencadeando conflitos militares.

"A OTAN conclama pela paz e segurança, mas ao mesmo tempo lança grande quantidade de bombas sobre outros países […] Agora ela mudou seu foco do Atlântico para a região da Ásia-Pacífico, onde flexiona repetidamente os músculos", observa mídia.

Segundo o portal, a Aliança é uma ferramenta para os Estados Unidos alcançarem a hegemonia. Washington considera a China em ascensão como um obstáculo ao domínio ilimitado.
Em Varsóvia, na Polônia, o presidente dos EUA, Joe Biden (à esquerda), participa de reunião ao lado do secretário de Defesa norte-americano, Lloyd Austin (à direita), durante encontro com o presidente polonês, Andrzej Duda, em 26 de março de 2022. - Sputnik Brasil, 1920, 28.03.2022
Panorama internacional
EUA: Pentágono aponta China como 'principal adversária' e Rússia como 'ameaça aguda'
"Diante da crescente influência de Pequim, Washington não só se envolve em provocações, mas se esforça para formar uma frente unida para deter a China. A OTAN é o mecanismo ideal para alcançar esse objetivo", diz colunista.
Em sua opinião, os Estados da região da Ásia-Pacífico devem ter sabedoria suficiente para escolher a paz e a estabilidade na Ásia. Com a escolha correta esses países impedirão o Ocidente de encher a região com armas e iniciar uma guerra, conclui autor.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала