Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Índia condena resolução estadual nos EUA que apoia 'declaração da independência sikh'

© AP Photo / Anjum NaveedPeregrinos sikh participam de festival Vasakhi no santuário Gurwara Punja Sahib em Hasan Abdal, Paquistão, 14 de abril de 2022
Peregrinos sikh participam de festival Vasakhi no santuário Gurwara Punja Sahib em Hasan Abdal, Paquistão, 14 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 02.05.2022
Nos siga noTelegram
O Consulado-Geral da Índia nos EUA e políticos indianos atacaram uma resolução da Assembleia Geral do estado norte-americano de Connecticut, que dizem dar apoio tácito à independência de um estado na Índia.
Nova Deli condenou no domingo (1º) uma resolução passada pela Legislatura Estadual de Connecticut, EUA, que reconheceu 29 de abril, sexta-feira, como "aniversário da declaração de Independência dos Sikhs".
A controversa resolução foi introduzida na Assembleia Estadual por um grupo de membros no Senado e na Câmara dos Representantes do Partido Democrata. Ambas as casas do Congresso estadual são controladas por democratas.
"Que seja do conhecimento de todos: a Assembleia Geral de Connecticut apresenta suas mais sinceras felicitações ao Parlamento Sikh Mundial em reconhecimento ao 36º aniversário da declaração da Independência dos Sikhs", declara a resolução.
"Nós nos unimos a vocês, seus amigos e suas famílias para comemorar a resolução histórica aprovada em 29 de abril de 1986 pelo encontro coletivo da nação sikh, conhecido como Sarbat Khalsa, situado na cidade santa de Amritsar", continua.
Primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, participando das celebrações do Dia da Independência no Forte Vermelho em Nova Deli, Índia - Sputnik Brasil, 1920, 25.04.2022
Panorama internacional
EUA instados a sancionar a Índia por liberdade religiosa 'piorada'
O Parlamento Sikh Mundial é um grupo de promoção com sede nos EUA que defende um Estado Sikh independente, ou Khalistão, no lugar do estado indiano de Punjab. O grupo prometeu "continuar os esforços" por um Estado Sikh independente.

Reação da Índia

No entanto, a representação diplomática indiana nos EUA repudiou a iniciativa.
"Esta é uma tentativa de alguns elementos trapaceiros de usar o nome da Assembleia para seus propósitos nefastos. Esses interesses particulares pretendem dividir comunidades e promover o fanatismo e o ódio", disse o Consulado-Geral da Índia em Nova York, EUA, acrescentando que a "agenda de violência" não tem lugar em sociedades democráticas como a Índia e os EUA.
O comunicado referiu que as autoridades indianas abordariam o assunto com os legisladores americanos em questão.
Comentando no domingo (1º), R.P. Singh, porta-voz do partido governista indiano Bharatiya Janata (BJP, na sigla em inglês), defendeu que a resolução equivale a um "apoio aberto" a um Estado "independente" do Khalistão dentro da Índia.
Abhishek Manu Singhvi, parlamentar do Partido do Congresso da Índia, também exortou no domingo (1º) o governo do país a "reconhecer o Texas como parte do México".
"Explique a eles na linguagem que eles entendem", comentou Singhvi no Twitter.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала