Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Rússia envia 60 toneladas de ajuda humanitária à cidade ucraniana de Izyum

© Sputnik / Abrir o banco de imagensEnvio de ajuda humanitária aos habitantes da cidade ucraniana de Izium
Envio de ajuda humanitária aos habitantes da cidade ucraniana de Izium - Sputnik Brasil, 1920, 30.04.2022
Nos siga noTelegram
As Forças Armadas russas forneceram 60 toneladas de ajuda humanitária à cidade ucraniana de Izyum, localizada na região de Carcóvia, informou o Ministério da Defesa da Rússia.
Neste sábado (30), o Ministério da Defesa da Rússia informou por meio de comunicado o envio de mais de 60 toneladas de ajuda humanitária à Ucrânia

"Mais de 60 toneladas de ajuda humanitária em caminhões acompanhados pela Polícia das Forças Armadas da Federação da Rússia foram entregues à população da cidade de Izyum", diz o comunicado.

De acordo com a nota do ministério, a carga contém materiais para reconstruir edifícios residenciais e infraestrutura civil, danificados pelos ataques ucranianos, além de alimentos, produtos de necessidades básicas e artigos de papelaria.
Segundo o ministério, os trabalhos na cidade para a recuperação de instalações vitais já iniciaram.
Veículos de combate BTR-82 do Exército russo - Sputnik Brasil, 1920, 30.04.2022
Panorama internacional
66º dia da operação especial da Rússia na Ucrânia
Em 24 de fevereiro, a Rússia lançou a operação especial militar na Ucrânia após as repúblicas populares de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) pedirem ajuda para se defender dos ataques das tropas ucranianas.
O Ministério da Defesa russo disse que a operação especial tem como objetivo "desmilitarizar e desnazificar" a Ucrânia.
Somente a infraestrutura militar do país está sendo visada pelo Exército da Federação da Rússia.
Moscou disse, em diversas ocasiões, que não mantém planos de ocupar o país ou tampouco de usar armas nucleares no conflito.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала