Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Forças russas derrubam caça Su-25 ucraniano na região de Kherson

© Sputnik / Abrir o banco de imagensUm caça Su-25 durante exercícios das forças armadas de Belarus e da Rússia na região de Mogilev, em Belarus
Um caça Su-25 durante exercícios das forças armadas de Belarus e da Rússia na região de Mogilev, em Belarus - Sputnik Brasil, 1920, 30.04.2022
Nos siga noTelegram
O Ministério da Defesa da Rússia informou que as defesas aéreas do país derrubaram um caça Su-25 (Frogfoot, para a OTAN) da Força Aérea ucraniana, na região de Kherson, na Ucrânia, em meio à operação militar especial.
De acordo com o ministério, a aeronave foi atingida perto da cidade de Chervony Yar.
Além disso, dois drones ucranianos e 12 mísseis alçados a partir de lançadores Smerch foram interceptados perto da cidade de Kamenki, na República Popular de Donetsk (RPD), informou o ministério.
O Ministério da Defesa informou ainda que os ataques da Força Aérea Russa destruíram 17 alvos militares na Ucrânia, incluindo dois centros de comando e controle e cinco depósitos de munição e combustível.
Mísseis russos também destruíram outros 12 centros de comando e dois depósitos de munição de artilharia ucraniana, disse o Ministério da Defesa.
Ao longo do dia, cerca de 200 militantes de batalhões nacionalistas morreram na ofensiva e 23 veículos blindados das forças ucranianas foram destruídos.

"No total, durante a realização da operação militar especial, foram destruídos 143 aviões, 112 helicópteros, 660 veículos aéreos não tripulados, 279 sistemas de defesa antiaérea, 2.678 tanques e outros veículos de combate blindados, 308 lançadores múltiplos de foguetes, 1.196 peças de artilharia de campanha e morteiros e 2.503 unidades de veículos militares especiais", resumiu o representante oficial do Ministério da Defesa da Rússia, Igor Konashenkov.

© SputnikVeículos militares da Rússia na região da Carcóvia, foto publicada em 28 de abril de 2022
Veículos militares da Rússia na região da Carcóvia, foto publicada em 28 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 30.04.2022
Veículos militares da Rússia na região da Carcóvia, foto publicada em 28 de abril de 2022
A Rússia iniciou a operação especial, em 24 de fevereiro, com o objetivo de "desmilitarizar" e "desnazificar" a Ucrânia, após pedido de ajuda das repúblicas populares de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) para combater ataques de tropas ucranianas.
A missão, segundo o Ministério da Defesa russo, tem como alvo apenas a infraestrutura militar da Ucrânia.
Além disso, as Forças Armadas da Rússia acusam militares ucranianos de usar "métodos terroristas" nos combates, como fazer civis de "escudo humano" e se alojar em construções não militares.
Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, participa de conferência sobre relações internacionais, em Moscou, na Rússia, em 14 de abril de 2022. - Sputnik Brasil, 1920, 29.04.2022
Panorama internacional
Rússia não ameaça ninguém com guerra nuclear, diz Lavrov
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала