Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Maior monstro carnívoro do mar de todos os tempos é encontrado nos Alpes suíços (FOTO)

© Foto / Marcello Perillo/ Universidade de Bonn, AlemanhaReconstrução de ictiossauro do final do período Permiano-Triássico, enquanto caça um bando de lulas
Reconstrução de ictiossauro do final do período Permiano-Triássico, enquanto caça um bando de lulas - Sputnik Brasil, 1920, 29.04.2022
Nos siga noTelegram
Foram encontrados nos Alpes da Suíça os restos de uma espécie desconhecida de ictiossauro, que supera em tamanho o das baleias-azuis e dos dinossauros de pescoço longo.
Cientistas declararam ter descoberto os restos de um ictiossauro, que poderia ser o maior animal de todos os tempos na Terra, relatou na quinta-feira (28) o portal Live Science.
Heinz Furrer, coautor do estudo publicado na revista Journal of Vertebrate Paleontology e curador aposentado do Instituto e Museu Paleontológico da Universidade de Zurique, Suíça, disse ao jornal The Mirror, citado na quarta-feira (27), que estava entusiasmado com a descoberta.
"É o mais comprido ictiossauro do mundo; com o dente mais espesso encontrado até hoje e a maior vértebra de tronco da Europa", comentou ele.
A grande criatura carnívora marinha foi encontrada nos Alpes suíços, em uma altitude de 2.700 metros. No local havia fósseis de três espécies de ictiossauros diferentes, que tinham grandes dentes e vértebras. A raiz dos dentes do animal era duas vezes maior que a descoberta no recorde anterior, estabelecido por outro ictiossauro que media 15 metros do nariz à cauda.
Artigo de SciTechDaily sobre o estudo de ictiossauro enterrado por Lene Liebe Delsett e o Museu de História da Ciência de Oslo, os cientistas Henrik Friis e Jorn Hurum, e Martina Kolbl-Ebert, da Universidade de Munique:
Os restos das vértebras indicam que a criatura superou em muito o tamanho de um ictiossauro canadense, chamado Shonisaurus sikanniensis, que media 21 metros em comprimento. No entanto, a falta de mais que metade de um dente significa que não foi possível determinar de que espécie exata se trata.
De acordo com Martin Sandler, autor principal do estudo, "apenas havia três grupos de animais que tinham massas maiores que 10-20 toneladas métricas: dinossauros de pescoço longo, baleias e os ictiossauros gigantes do [período] Triássico", de 252 a 201 milhões de anos atrás.
"É basicamente um grande embaraço para a paleontologia que conheçamos tão pouco sobre estes ictiossauros gigantes, apesar do tamanho extraordinário de seus fósseis. Esperamos estar à altura deste desafio e encontrar em breve novos e melhores fósseis", acrescentou Sandler.
Os ictiossauros surgiram após a extinção do Permiano-Triássico, cerca de 252 milhões anos atrás, que matou mais de dois terços das espécies terrestres e 96% das espécies marinhas.
As baleias-azuis são os maiores animais atualmente existentes no mundo, tendo até 30 metros de comprimento.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала