Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Astrônomos dizem preparar anúncio que promete revolucionar visão sobre nossa galáxia

© Foto / Colaboração EHTBuraco negro na galáxia M87
Buraco negro na galáxia M87  - Sputnik Brasil, 1920, 29.04.2022
Nos siga noTelegram
Dentro de duas semanas, o Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês) vai apresentar ao mundo novas informações sobre a nossa Via Láctea.
Segundo a Science Alert, ninguém sabe exatamente qual vai ser o anúncio, mas com base nos resultados mais recentes apresentados pelo projeto Telescópio de Horizonte de Eventos (EHT, na sigla em inglês), responsável por produzir a primeira imagem de um buraco negro em 2019, podemos esperar grandes coisas.
Há anos que o projeto EHT estuda o coração de nossa galáxia, a Via Láctea, que provavelmente abriga um buraco negro supermassivo conhecido como Sagitário A*.
Seja o que for que tenha sido descoberto, os astrônomos envolvidos no anúncio estão fazendo um grande mistério sobre isso.
No próximo dia 12 de maio às 15h00 CEST (13h00 UTC, 9h00 EST), será realizada uma conferência transmitida on-line seguida de um evento no YouTube que vai contar com a presença de seis astrônomos de todo o mundo.
Se os astrônomos conseguiram produzir uma imagem direta do horizonte de eventos de Sagitário A*, espera-se que o novo material de vídeo que está sendo produzido pela equipe deva ser um novo momento histórico para a ciência espacial humana.
Os buracos negros são extremamente difíceis de visualizar porque são literalmente invisíveis, absorvendo toda a radiação eletromagnética. Tudo o que podemos esperar ver é o horizonte de eventos, ou seja, o contorno do buraco negro, de onde a luz não consegue mais escapar de suas forças gravitacionais.
Ilustração do objeto cósmico HR 6819, localizado a 1.120 anos-luz da Terra - Sputnik Brasil, 1920, 02.03.2022
Sociedade e cotidiano
Astrônomos afirmam que 'buraco negro' mais próximo da Terra não é o que pensavam
Mas Sagitário A* é obscurecido por uma nuvem de poeira e gás, o que torna particularmente difícil de ser estudado.
Para que se possa ter uma ideia do que representa o horizonte de eventos de um buraco negro, basta imaginar a imagem de uma rosquinha brilhante. Segundo os cientistas, este "invólucro luminoso" é o disco de acreção do buraco negro, um anel de gás e poeira que emite radiação extrema quando a matéria cai no abismo que é seu interior.
O comunicado de imprensa do ESO promete algo "inovador", exatamente como anunciado antes da primeira imagem direta de um buraco negro, em 2019.
Este buraco negro estava no centro da galáxia M87 e tem uma massa 6,5 bilhões de vezes a do nosso Sol. Seu horizonte de eventos tem um raio de aproximadamente 20 bilhões de quilômetros.
Especialistas comparam tirar uma imagem direta dele com a observação de um objeto de um milímetro de tamanho a uma distância de 13.000 quilômetros.
Sagitário A*, no entanto, está no coração da nossa própria galáxia, mas não é classificado como um buraco negro supermassivo, tendo uma massa apenas 4,3 milhões de vezes maior que o Sol, que só é detectável porque está relativamente mais perto da Terra do que M87.
Portanto, se os astrônomos finalmente capturaram uma imagem de seu horizonte de eventos, certamente seria inovador.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала