Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Após pressão de Washington, Austrália pretende treinar exércitos regionais contra a China

Austrália - Sputnik Brasil, 1920, 27.04.2022
Nos siga noTelegram
O Partido dos Trabalhadores da Austrália colocou em prática seu plano de elevar os gastos com a segurança no Pacífico.
Os australianos pretendem ainda iniciar treinamentos militares com os exércitos da região aliados do país.
O objetivo da Austrália é criar uma "região do Pacífico mais forte", estreitando as relações com parceiros da região para elevar a defesa regional contra a China.
Seguindo a influência e a doutrina norte-americana, que mais uma vez consegue manipular seus aliados com ameaças imaginárias, a Austrália decidiu entrar para o grupo dos "paranoicos" e gastar mais dinheiro na Defesa, conforme indica a agência de notícias AP, citando a porta-voz para Assuntos Exteriores do partido de oposição, a senadora Penny Wong.
Primeiro-ministro da Austrália, Scott Morrison, e o líder de oposição, Anthony Albanese, durante primeiro debate da eleição federal marcada para maio de 2022, 20 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 21.04.2022
Panorama internacional
'Fracasso maciço': premiê da Austrália é acusado de falhar na questão do acordo China-Ilhas Salomão
Isso tudo devido à campanha propagandista dos EUA, que, se aproveitando da ingenuidade e submissão cega de seus aliados, criam a falsa ideia de que todos estão em perigo e de que, para alcançar a "paz mundial", é preciso se "armar até os dentes", enquanto eleva o lucro das indústrias de defesa norte-americanas e enfraquece as economias aliadas, tentando conter o avanço de seus "concorrentes".
De acordo com os australianos, o país elevará seus gastos com a Defesa e treinará exércitos de países da região para conter o avanço e a presença da China no Pacífico, após serem alertados por Washington sobre uma suposta base militar chinesa nas ilhas Salomão.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала