Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Austin diz que Ucrânia pode tentar ser membro da OTAN novamente e anuncia envio de armas de aliados

© AFP 2022 / Andre PainO secretário de Defesa dos EUA, Lloyd Austin (C) fala durante uma reunião com membros de um Grupo Consultivo de Segurança da Ucrânia na Base Aérea dos EUA em Ramstein, oeste da Alemanha, em 26 de abril de 2022
O secretário de Defesa dos EUA, Lloyd Austin (C) fala durante uma reunião com membros de um Grupo Consultivo de Segurança da Ucrânia na Base Aérea dos EUA em Ramstein, oeste da Alemanha, em 26 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 26.04.2022
Nos siga noTelegram
Segundo chefe do Pentágono, Kiev pode tentar se candidatar de novo à OTAN no futuro mais uma vez e que declarações russas sobre guerra nuclear foram "perigosas e inúteis". Austin também informou sobre novo envio de armas do Canadá e Alemanha para Kiev.
Em uma série de declarações na Base Aérea de Ramstein na Alemanha, nesta terça-feira (26), o secretário de Defesa dos EUA, Lloyd Austin, disse que "ninguém quer ver guerra nuclear", afirmando que o pronunciamento de Moscou sobre o assunto foi "perigoso e inútil", e que essa é uma questão que Washington "não quer se envolver".

"Esse tipo de retórica [em nome da Rússia] é muito perigoso e inútil. Ninguém quer ver uma guerra nuclear acontecer. É uma guerra que, você sabe, todos os lados perdem, então o barulho de sabres e a retórica perigosa são claramente inúteis e algo em que não vamos nos envolver", disse.

O secretário afirmou que os Estados Unidos e seus aliados não querem ver nenhum "transbordamento" do conflito na Ucrânia.
"Não queremos ver nenhum transbordamento e, novamente, é importante garantir que façamos tudo o que pudermos para garantir que a Ucrânia seja bem-sucedida e essa seja a melhor maneira de lidar com isso [risco de transbordamento]."
Austin também disse que Kiev retomará em breve seus esforços para se tornar membro da OTAN.
"Acredito que no futuro, se a possibilidade existir, acho que a Ucrânia tentará se candidatar mais uma vez para se tornar membro da OTAN, mas novamente isso provavelmente está um pouco adiante", afirmou.
© AFP 2022 / Brendan SmialowskiBiscoitos com as bandeiras dos EUA e da Ucrânia são colocados em uma mesa antes de uma reunião entre o primeiro-ministro da Ucrânia, Denys Shmyhal, e o secretário de Defesa dos EUA Lloyd Austin no Pentágono 21 de abril de 2022
Biscoitos com as bandeiras dos EUA e da Ucrânia são colocados em uma mesa antes de uma reunião entre o primeiro-ministro da Ucrânia, Denys Shmyhal, e o secretário de Defesa dos EUA Lloyd Austin no Pentágono 21 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 26.04.2022
Biscoitos com as bandeiras dos EUA e da Ucrânia são colocados em uma mesa antes de uma reunião entre o primeiro-ministro da Ucrânia, Denys Shmyhal, e o secretário de Defesa dos EUA Lloyd Austin no Pentágono 21 de abril de 2022
Ao mesmo tempo, o chefe do Pentágono informou que os Estados Unidos e seus aliados estenderão as consultas conjuntas sobre questões de defesa ucranianas em uma reunião mensal recorrente.
"Para garantir que continuemos a construir nosso progresso, vamos estender este fórum além de hoje [26]. Tenho orgulho de anunciar que a reunião de hoje se tornará um grupo de contato mensal sobre a autodefesa da Ucrânia."

Canadá e Alemanha enviarão armas

Austin também anunciou que o Canadá encaminhará oito veículos blindados como parte de seus esforços para reforçar a defesa ucraniana. Já a partir do terreno europeu, a Alemanha enviará cerca de 50 viaturas de combate antiaéreo Gepard.
"Acho significativo que a Alemanha anunciou que forneceria 50 sistemas Gepard. Acho que esses sistemas fornecerão capacidade real para a Ucrânia."
Um soldado alemão prepara um tanque das Forças Armadas alemãs Bundeswehr em um galpão no local do quartel de Hindenburg em Munster em 14 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 26.04.2022
Panorama internacional
Pela 1ª vez, Alemanha envia armamento pesado para Ucrânia
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала