Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

OTAN usa 'psicose da guerra' e pressão contra todos que a questionam, diz ex-ministro da Finlândia

© AP Photo / Czarek SokolowskiO soldado da Finlândia
O soldado da Finlândia - Sputnik Brasil, 1920, 25.04.2022
Nos siga noTelegram
O ex-ministro das Relações Exteriores da Finlândia Erkki Tuomioja afirmou que a OTAN usa a "psicose da guerra" e o temor contra todos aqueles que a questionam.
Além disso, ele afirma que a aliança condena todos os que põem em causa o ingresso de um novo membro, os chamando de "agentes de Putin".
De acordo com Tuomioja, atualmente o interesse pelo ingresso na OTAN é cada vez maior devido aos recentes eventos na Ucrânia, contudo a opinião pública, que tem um papel fundamental, é influenciada pelo temor espalhado pela mídia, usando a "psicose da guerra".
Soldado ucraniano em um veículo blindado de transporte de pessoal, não muito longe da linha de frente com tropas russas, no distrito de Izyum, região da Carcóvia, 18 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 19.04.2022
Finlândia anuncia entrega de 3º pacote de ajuda militar à Ucrânia
O ex-ministro destacou durante a entrevista à National Public Radio, que a "ameaça de uma invasão russa" não é real e que está sendo usada apenas para provocar o temor e incentivar o ingresso do país na aliança ocidental.
Além disso, ele ressalta que a adesão da Finlândia à OTAN apenas traria discórdia e elevaria as tensões com a Rússia, contudo, todos aqueles que discordam da OTAN e da adesão finlandesa à aliança, são acusados e denominados de "agentes de Putin".

"Também estou preocupado com o nível do debate público. Qualquer um que questione a adesão está sendo difamado como agente de Putin", afirmou.

As autoridades da Finlândia e Suécia afirmam que podem abandonar a neutralidade e aderir à OTAN até meados deste ano. Para o especialista, Siqueira Campos, os escandinavos têm pouco a ganhar com essa medida e os EUA são quem sairia mais beneficiado.
Os maiores beneficiados com a entrada da Suécia e Finlândia na OTAN são os EUA que, segundo Siqueira Campos, professor e pesquisador da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), usam as guerras para turbinar sua venda de armas e superar crises econômicas domésticas.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала