Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

MD russo: Exército da Rússia destrói fábrica de produção de explosivos para as tropas da Ucrânia

© Sputnik / Mikhail GolenkovMilitares carregando ogiva para sistema de lançadores múltiplos de foguetes Uragan durante exercícios na região de Kaliningrado, Rússia
Militares carregando ogiva para sistema de lançadores múltiplos de foguetes Uragan durante exercícios na região de Kaliningrado, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 24.04.2022
Nos siga noTelegram
Com um ataque de mísseis de alta precisão na área da cidade de Pavlograd, os militares russos destruíram instalações de produção de explosivos e pólvora para as Forças Armadas da Ucrânia, informou neste domingo (24) o major-general Igor Konashenkov, representante oficial do Ministério da Defesa russo.
Com uso de "mísseis de alta precisão de lançamento terrestre, na área de Pavlograd foram destruídas oficinas de instalações de produção de explosivos e pólvora para as Forças Armadas ucranianas", disse Konashenkov.
De acordo com o general, durante as últimas 24 horas forças da defesa antiaérea da Rússia destruíram dez meios aéreos não tripulados da Ucrânia na região de nove localidades.
Ele ressaltou que a Força Aeroespacial da Rússia atingiu nove instalações militares ucranianas com mísseis de alta precisão.
Foram atingidas nove instalações militares da Ucrânia, "incluindo um posto de comando de uma brigada das Forças Armadas da Ucrânia, quatro pontos de apoio e locais de concentração de tropas e equipamento militar, bem como quatro depósitos de mísseis e armas de artilharia nos distritos de Barvenkovo, Novaya Dmitrovka e Ivanovka, na região de Carcóvia", detalhou Konashenkov.
Durante a noite, a "aviação tático-operacional e do Exército da Força Aeroespacial da Rússia atingiu 26 alvos militares da Ucrânia, entre eles um posto de comando e vigilância de um batalhão e 25 áreas de concentração de tropas e equipamento militar ucraniano. Foram eliminados até 150 nacionalistas e até 40 unidades de veículos blindados e carros", informou representante da Defesa russa.
Militares russos em localidade libertada de forças nacionalistas ucranianas na região de Kherson - Sputnik Brasil, 1920, 23.04.2022
Panorama internacional
Destruído terminal logístico de Odessa usado para fornecer armas a Kiev, anuncia MD da Rússia
No total, desde o início da operação especial foram destruídos 141 aviões, 110 helicópteros, 551 meios aéreos não tripulados, além de 264 sistemas de mísseis antiaéreos, 2.496 tanques e outros veículos de combate blindados, 282 lançadores múltiplos de foguetes, 1.093 peças de artilharia e morteiros e 2.343 unidades de veículos militares especiais, disse ele.
Em 24 de fevereiro de 2022, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou o início de uma operação especial militar para "desmilitarização e desnazificação da Ucrânia".
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала