Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Israel disse estar se preparando para possível confronto com Gaza

© AFP 2022 / Mahmud HamsManifestante palestino joga foguete em chamas contra forças de Israel durante manifestação a leste da Cidade de Gaza, na fronteira com Israel, 15 de junho de 2021.
Manifestante palestino joga foguete em chamas contra forças de Israel durante manifestação a leste da Cidade de Gaza, na fronteira com Israel, 15 de junho de 2021. - Sputnik Brasil, 1920, 23.04.2022
Nos siga noTelegram
Segundo informações da imprensa de Israel, o governo do Estado judeu está se preparando para a possibilidade de um confronto na Faixa de Gaza após repetidos incidentes de disparos de foguetes.
De acordo com o Times of Israel, se a decisão do governo israelense de fechar o trânsito pedestres em Gaza não reduzir os ataques com foguetes, os militares estão prontos para retomar os ataques de retaliação ou até mesmo iniciar uma operação mais ampla.
A publicação enfatiza que os militares estão se preparando para a possibilidade de que a situação na região possa se transformar em vários dias de combate.
Embora tenha feito vários ataques ao longo desta semana, Israel evitou responder militarmente a três foguetes disparados do enclave costeiro administrado pelo Hamas na sexta-feira (22).
A decisão do governo foi fechar temporariamente a única via de pedestres com a Faixa de Gaza, a passagem de Erez.
© AP Photo / Adel HanaEm 2019, serviço de segurança do Hamas inspeciona o local de uma explosão que ocorreu quando o comboio do então primeiro-ministro palestino, Rami Hamdallah, entrou em Gaza pela passagem de Erez para Israel.
Serviço de segurança do Hamas inspeciona o local de uma explosão na terça-feira que ocorreu quando o comboio do primeiro-ministro palestino, Rami Hamdallah, entrou em Gaza pela passagem de Erez para Israel. - Sputnik Brasil, 1920, 23.04.2022
Em 2019, serviço de segurança do Hamas inspeciona o local de uma explosão que ocorreu quando o comboio do então primeiro-ministro palestino, Rami Hamdallah, entrou em Gaza pela passagem de Erez para Israel.
A medida prejudica essencialmente os trabalhadores palestinos empregados em Israel. Jerusalém espera que a pressão econômica convença o Hamas a reprimir os lançamentos de foguetes.
Não houve reivindicação imediata de responsabilidade por nenhum dos grupos terroristas baseados em Gaza pelo lançamento dos recentes foguetes contra território israelense.
O porta-voz do Hamas, Hazem Wasssem, disse que o fechamento da passagem de Erez "visa aumentar o cerco, e é uma forma de agressão que não podemos aceitar".
"Isso não vai dar certo. A política de punição coletiva contra os palestinos sempre falhou", disse ele.
Apoiadores do Hamas com bandeiras islâmicas durante comício em solidariedade aos companheiros palestinos em Jerusalém e contra a decisão do presidente palestino, Mahmoud Abbas, de adiar as eleições palestinas, 30 de abril de 2021. - Sputnik Brasil, 1920, 15.04.2022
Panorama internacional
Irã expressa apoio ao Hamas e critica ataque de Israel à mesquita de Al-Aqsa, em Jerusalém
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала