- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Sem Moro, Ciro Gomes vai para 10% das intenções de voto; Lula continua na liderança com 42%

© Foto / Ricardo Stuckert / Instituto LulaCiro Gomes ao lado do ex-presidente Lula, em encontro no Instituto Lula
Ciro Gomes ao lado do ex-presidente Lula, em encontro no Instituto Lula - Sputnik Brasil, 1920, 22.04.2022
Nos siga noTelegram
Com a saída de Sergio Moro do ranking, tanto Bolsonaro quanto Lula ganharam eleitores em pesquisa publicada ontem (21). Contudo, Ciro Gomes sobe para mais 4,8%, chegando ao total de 10% e ao terceiro lugar.
O ex-juiz, Sergio Moro, ainda não anunciou para qual cargo vai se candidatar nas eleições deste ano, mas ao que tudo indica, após a indicação de Luciano Bivar como candidato do União Brasil (partido de Moro) à presidência da República, é provável que o ex-ministro da Justiça venha como senador.
Com sua saída das pesquisas, o quadro de intenção de votos para as eleições 2022 continuou o mesmo no sentindo da liderança, encabeçada pelo ex-presidente Lula com 42%, o qual é seguido peplo presidente Jair Bolsonaro (PL) 33%, segundo a pesquisa publicada ontem (21) Exame/Ideia.
Entretanto, quem ganhou com a possível desistência do ex-juiz foi Ciro Gomes (PDT) que chegou a 10% das intenções e ao terceiro lugar no ranking, número diferente do apontado no início de abril onde aparecia em quarto lugar com 5,2%, conforme noticiado.
Candidato à presidência Ciro Gomes, segundo analista, o candidato critica o petismo e o bolsonarismo, abarcando eleitores que desconsideram Lula e Bolsonaro como opções para 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 20.04.2022
Notícias do Brasil
Ciro acusa Lula de destruir 'partidos que possam o afetar' e diz aceitar conversar com União Brasil
De acordo com a apuração, depois de Ciro, aparecem em empate técnico João Doria (PSDB), com e Simone Tebet (MDB) com 3%. André Janones (Avante), Sofia Manzano (PCB), José Maria Eymael (DC) e Leonardo Péricles (UP) têm 1% cada.

Luiz Felipe D'Ávila (Novo), Vera Lúcia (PSTU) e Luciano Bivar (União Brasil) não chegaram a 1%.
O levantamento ouviu 1.500 pessoas por telefone entre os dias 15 e 20 de abril e foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-02495/2022.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала