Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

FMI afirma que Europa pode sobreviver sem gás russo por apenas 6 meses

© AFP 2022 / Brendan SmialowskiO diretor do Departamento Europeu do Fundo Monetário Internacional (FMI), Alfred Kammer, posa do lado de fora da sede do FMI durante as reuniões de primavera do Banco Mundial do FMI em Washington 22 de abril de 2022
O diretor do Departamento Europeu do Fundo Monetário Internacional (FMI), Alfred Kammer, posa do lado de fora da sede do FMI durante as reuniões de primavera do Banco Mundial do FMI em Washington 22 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 22.04.2022
Nos siga noTelegram
Alto funcionário do FMI chama atenção para crise econômica europeia que pode se instalar se os países da região decidirem abolir totalmente o fornecimento do gás russo.
Nesta sexta-feira (22), o chefe do departamento europeu do Fundo Monetário Internacional (FMI), Alfred Kammer, declarou que a Europa poderá prescindir do gás russo por não mais de seis meses, após esse período, a economia europeia sentiria as consequências negativas da rejeição ao combustível russo.

"Nos próximos seis meses, a Europa pode viver com uma renúncia completa [do gás russo]. Ao mesmo tempo, se a paralisação durasse até o inverno ou até mais, isso teria consequências negativas consideráveis ​​[para economia europeia]", disse Kammer à AFP citado pela revista Challenges.

Segundo o representante do FMI, não existe uma forma única de influenciar a situação, sendo necessário um conjunto de medidas. Por isso, alertou que uma das medidas é procurar fontes alternativas de abastecimento, algo que vários países já começaram.
Kammer também observou que os consumidores poderiam, por sua vez, reduzir o consumo de energia para "acumular gás antecipadamente", mitigando assim o efeito de um possível apagão adicional.
O chanceler alemão, Olaf Scholz, aguarda o início de reunião semanal de gabinete, em Berlim, 13 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 22.04.2022
Panorama internacional
Olaf Scholz: embargo às entregas de gás russo não conduzirá à paz na Ucrânia
Até agora, nenhuma restrição da UE se aplica às importações de petróleo e gás da Rússia, mas chamadas semelhantes são feitas de tempos em tempos por políticos europeus. Os Estados Unidos já impuseram um embargo ao fornecimento de energia russo, exceto urânio
O vice-primeiro-ministro russo, Alexandr Novak, observou anteriormente que, sem petróleo e gás russos, o mundo entraria em colapso e os preços dos combustíveis seriam imprevisíveis.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала