Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Governo ucraniano está sob controle total do Ocidente, afirma ex-político do país

© AP Photo / Ted ShaffreyBoris Jonhson, primeiro-ministro do Reino Unido, e Vladimir Zelensky, presidente da Ucrânia, no consulado britânico em Nova York, EUA, 22 de setembro de 2021
Boris Jonhson, primeiro-ministro do Reino Unido, e Vladimir Zelensky, presidente da Ucrânia, no consulado britânico em Nova York, EUA, 22 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 21.04.2022
Nos siga noTelegram
O governo ucraniano está sob controle total do Ocidente, com a Ucrânia atuando mais como um país-satélite do que um Estado independente, disse à Sputnik nesta quarta-feira (20) um ex-funcionário ucraniano.
"As autoridades ucranianas estão sob o total controle do Ocidente coletivo. Reuniões, conversas e relatórios aos supervisores ocidentais não são escondidos, mas exibidos com orgulho. É claro que só podemos adivinhar o que os agentes dos serviços especiais estão dizendo nessas reuniões, mas todo mundo sabe que a polícia secreta de Kiev se tornou um fantoche há muito tempo", disse um antigo funcionário que se mudou para um país europeu após o início da operação especial russa na Ucrânia.
As conversas de Kiev com o Ocidente assemelhavam-se ao relatório de um burocrata provincial às autoridades centrais, enquanto "funcionários ocidentais elogiam ou castigam seus vassalos e delineiam o rumo das políticas de Kiev para o futuro", observou o político, que quis manter o anonimato.
O ex-funcionário também mencionou as conversas sobre armas biológicas entre a Ucrânia e os EUA, dizendo que em 2005 as partes assinaram um acordo bilateral de cooperação para impedir a criação de tecnologias de armas biológicas, nos termos do qual Washington prestou assistência a laboratórios em Kiev, Odessa e Lvov, bem como em outras cidades mais tarde.
"Eles estudaram a gripe aviária, febre hemorrágica da Crimeia-Congo, peste suína africana e outras doenças 'engraçadas'. E pesquisadores e cientistas experientes podem dar uma pista do que realmente estava acontecendo nos laboratórios se eles tiverem a oportunidade de analisar o que tinha sido feito com o dinheiro dos EUA por quase 20 anos", afirmou ex-funcionário ucraniano.
Perigo biológico (imagem de referência) - Sputnik Brasil, 1920, 14.04.2022
Panorama internacional
MD russo: EUA reconhecem suas operações e entregas de armas de destruição em massa na Ucrânia
Em março, o Ministério da Defesa da Rússia revelou que os Estados Unidos tinham gasto mais de US$ 200 milhões (cerca de R$ 929 milhões) no funcionamento de laboratórios biológicos na Ucrânia, que Moscou acredita terem participado do programa biológico militar americano.
De acordo com a entidade de defesa russa, o fundo de investimento de Hunter Biden, filho do presidente dos EUA Joe Biden, estava participando do financiamento do programa.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала