- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Maioria dos ministros do STF vota pela condenação do deputado Daniel Silveira

© AP Photo / Eraldo PeresEm sessão da Câmara dos Deputados, o deputado federal Daniel Silveira (então PSL-RJ) exibe montagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva preso, em 1º de fevereiro de 2019.
Em sessão da Câmara dos Deputados, o deputado federal Daniel Silveira (então PSL-RJ) exibe montagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva preso, em 1º de fevereiro de 2019. - Sputnik Brasil, 1920, 20.04.2022
Nos siga noTelegram
A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou nesta quarta-feira (20) pela condenação do deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ).
O parlamentar foi acusado de agressões verbais e graves ameaças contra os integrantes do STF.
Com recados sobre os limites do exercício da liberdade de expressão, o ministro relator, Alexandre de Moraes, pediu a condenação do parlamentar a oito anos e nove meses de reclusão em regime inicial fechado.
Uma multa no valor de cerca de R$ 192 mil também foi aplicada. Daniel Silveira perde o mandato e seus direitos políticos enquanto durarem os efeitos da pena.
Vista da fachada da Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília (DF), 3 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 09.04.2022
Notícias do Brasil
STF nega pedido da AGU contra suspensão de aplicativos que descumprem decisão judicial
Votaram pela condenação os ministros André Mendonça, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Dias Toffoli, Cármen Lúcia e Ricardo Lewandowski. Somente Nunes Marques pediu a absolvição de Daniel Silveira.
Segundo o ministro relator, as declarações do deputado contra os integrantes da Corte e as instituições democráticas não estão resguardadas por um "escudo protetivo".
Em seu voto, escreve o jornal O Globo, Moraes citou diversas passagens das declarações de Silveira contra o STF e seus membros e disse que os ataques não são "palavras jocosas, em tom de brincadeira", mas "graves ameaças", instigando o povo contra as instituições.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала