Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

MD: Força de Mísseis e artilharia russa atingem 811 alvos do adversário durante a noite

© SputnikSoldado russo junto da principal estação de bombeamento de água do canal de Kakhovka, na região de Kherson, 12 de abril de 2022
Soldado russo junto da principal estação de bombeamento de água do canal de Kakhovka, na região de Kherson, 12 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 16.04.2022
Nos siga noTelegram
Segundo informou hoje, sábado (16) o representante da Defesa russa, o major-general Igor Konashenkov, durante a noite as forças russas atingiram mais 811 instalações do Exército ucraniano, inclusive 43 postos de comando das unidades de suas tropas.
Além disso, os sistemas da defesa aérea russos derrubaram um caça ucraniano Su-25, a 15 quilômetros da cidade de Izyum, na região de Carcóvia.
O militar informou também que as forças russas destruíram, com armas de alta precisão e longo alcance, a fábrica de veículos blindados em Kiev e oficinas de reparação de equipamento militar em Nikolaev.
Nesta noite, a Força Aeroespacial da Rússia eliminou 16 instalações ucranianas, inclusive nas áreas de Poltava e Nikolaev. O representante da entidade militar especificou que, na região de Nikolaev, foram destruídos dois armazéns de armas de artilharia e, no sudeste de Poltava, foi atingida a base central de armazenamento de dispositivos de reconhecimento e comunicação.
A aviação tático-operacional da Rússia atingiu 67 locais de concentração de pessoal das tropas da Ucrânia, segundo o major-general.
"Desde o início da operação militar especial na Ucrânia, as forças russas destruíram 133 aviões das forças ucranianas, 458 veículos não tripulados, 246 sistemas de mísseis, 2246 tanques e outros veículos blindados de combate, 252 lançadores múltiplos de foguetes, 981 armas de artilharia e um morteiro, bem como 2.146 equipamentos militares especiais", de acordo com o comunicado.
Em 24 de fevereiro de 2022, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou o início de uma operação especial militar para "desmilitarização e desnazificação da Ucrânia". Durante a operação, segundo o MD, as Forças Armadas da Rússia eliminam exclusivamente instalações da infraestrutura militar ucraniana, sem realizar ataques contra alvos civis em cidades.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала