Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Kiev prepara provocação contra Rússia com alegados assassinatos de civis em Irpen, diz MD russo

© REUTERS / MARKO DJURICASoldados ucranianos na cidade de Irpen, nos arredores de Kiev, Ucrânia, 12 de março de 2022
Soldados ucranianos na cidade de Irpen, nos arredores de Kiev, Ucrânia, 12 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 09.04.2022
Nos siga noTelegram
Uma ação "cínica e encenada" em Irpen, perto da capital ucraniana, foi organizada por Kiev especialmente para divulgar as imagens nas mídias ocidentais, informou hoje (9) durante o briefing o Ministério da Defesa da Rússia.
O Serviço de Segurança da Ucrânia planeja trazer para Irpen corpos de civis mortos durante bombardeios ucranianos para uma encenação. Ainda mais, o serviço organizará na floresta uma encenação da "eliminação" de um alegado grupo de reconhecimento russo que teria chegado para "matar os residentes".
Como "provas irrefutáveis" dos eventos na floresta em Irpen, o serviço mostrará corpos de militares russos capturados anteriormente por nacionalistas e mortos sob tortura.

"Segundo dados confirmados, o regime nacionalista de Kiev está preparando mais uma provocação para acusar a Rússia de alegados assassinatos em massa de civis em Irpen, na região de Kiev. Chamo a atenção para o fato de as unidades das Forças Armadas russas terem abandonado essa povoação há mais de uma semana", diz o comunicado.

O representante do ministério, o major-general Igor Konashenkov, relatou também que, nas últimas 24 horas, a aviação tática da Força Aeroespacial e a Força Estratégica de Mísseis da Rússia atingiram mais 85 instalações militares ucranianas.
Foi também eliminado um grande depósito de munições na região de Dnepropetrovsk, com mísseis de alta precisão.
Em um aeródromo militar na região de Poltava foram destruídos um MiG-29 e um Mi-8 ucranianos, bem como um depósito com munições de aviação.
Os sistemas de defesa antiaérea russa derrubaram ainda quatro drones ucranianos.
Em 24 de fevereiro de 2022, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou o início de uma operação especial militar para "desmilitarização e desnazificação da Ucrânia". Durante a operação, as Forças Armadas da Rússia ressaltam que eliminam instalações da infraestrutura militar ucraniana, sem realizar ataques contra alvos civis em cidades.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала