Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

EUA: podemos ajudar a Índia a 'diversificar' seu fornecimento e reduzir importação de petróleo russo

© AP Photo / Gurinder OsanBandeiras da Índia e dos EUA
Bandeiras da Índia e dos EUA - Sputnik Brasil, 1920, 09.04.2022
Nos siga noTelegram
A Casa Branca expressou a disponibilidade de fazer com que Nova Deli cumpra as sanções dos EUA contra Moscou, depois que um enviado de Washington falou de consequências de um alinhamento com a Rússia.
Jen Psaki, secretária de imprensa da Casa Branca, afirmou na sexta-feira (8) que Daleep Singh, vice-assessor de Segurança para a Economia Internacional dos EUA, ofereceu ajuda à Índia para reduzir a dependência do fornecimento de petróleo da Rússia.
Durante uma recente viagem a Nova Deli, Singh falou de "consequências" para qualquer país, incluindo a Índia, que faça transações em moedas nacionais através do Banco Central da Rússia, e tente eludir as sanções impostas a Moscou após o início da operação militar especial russa na Ucrânia.
Homem segura bandeiras da Índia e dos EUA durante parada em Nova York, EUA, 16 de agosto de 2015 - Sputnik Brasil, 1920, 07.04.2022
Panorama internacional
EUA ameaçam Índia com consequências 'significativas e de longo prazo' por 'alinhamento' com a Rússia
No entanto, Psaki apontou que o funcionário da Casa Branca não fez um "aviso", e afirmou que cada país, incluindo a Índia, tem o direito de escolher se quer importar petróleo russo.
"[…] Ele transmitiu, claro, [que] eles devem cumprir as sanções", referiu a porta-voz da administração norte-americana de Joe Biden, e sugeriu que Washington pode ajudar Nova Deli a "diversificar" suas importações e reduzir a cota de importações indianas da Rússia.
Na quarta-feira (6) Jen Psaki já referiu que os EUA não creem que a Índia deve "acelerar ou aumentar importações de energia russa e outras mercadorias", com o país norte-americano estando disponível para apoiar a Índia a "diversificar suas importações e servir como um fornecedor confiável". Brian Deese, diretor do Conselho Econômico Nacional da Casa Branca, também advertiu para consequências "significativas e de longo prazo" em caso de um "alinhamento estratégico explícito" com Moscou.
A Índia tem estado relutante em impor sanções econômicas e suspender as relações com a Rússia, e em vez disso se limitou a pedir o fim das hostilidades na Ucrânia.
Nova Deli também assinou acordos com Moscou que preveem uma maior compra de petróleo russo, e ambos completaram um sistema de pagamentos internacionais para avançar com o comércio bilateral e ter uma alternativa ao SWIFT, que foi bloqueada à Rússia como parte das sanções ocidentais.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала