Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Indústria norte-americana adverte: EUA não podem substituir carvão russo para a Europa

© Nicholas Kamm/AFPCaminhão despejando carvão (imagem ilustrativa).
Caminhão despejando carvão (imagem ilustrativa). - Sputnik Brasil, 1920, 06.04.2022
Nos siga noTelegram
A indústria de mineração de carvão dos EUA não conseguirá expandir a sua produção para substituir o carvão russo no mercado europeu, disse o maior exportador do país na terça-feira (5).
O comentário de um dos gigantes da indústria carvoeira dos EUA é uma resposta às propostas da Comissão Europeia de proibir as importações de carvão da Rússia.
A entidade europeia estuda como ampliar as sanções contra Moscou devido ao conflito na Ucrânia, apesar das consequências que algumas medidas podem ter sobre a cadeia de produção global.

"Não vejo capacidade para a indústria [dos EUA] expandir a sua produção. É como olhar para uma sobremesa que você simplesmente não consegue alcançar", disse Ernie Thrasher, CEO da Xcoal Energy & Resources, a maior exportadora dos EUA, à Bloomberg.

Os EUA estão entre os cinco maiores exportadores de carvão do mundo e vendem a maior parte de sua commodity para a Índia, Brasil e Coreia do Sul.
Como o carvão é um combustível fóssil sujo, "houve pouco investimento" na ampliação de sua produção nos últimos anos, explicou Thrasher.
De acordo com relatos da mídia norte-americana, potenciais compradores de alguns países da União Europeia (UE) já abordaram a Indonésia e a Austrália, os maiores exportadores de carvão térmico do mundo. Mas eles também têm capacidade limitada.
Presidente dos EUA, Joe Biden, fala durante briefing na Casa Branca sobre os preços de energia, EUA, 31 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 06.04.2022
Panorama internacional
Joe Biden afirma que EUA e seus aliados continuarão isolamento econômico da Rússia com sanções
As ações das mineradoras de carvão dos EUA subiram depois que a UE anunciou seu plano de sanções contra a Rússia na terça-feira (5). O bloco econômico quer se afastar dos suprimentos russos, que atendem a 70% da demanda europeia por carvão térmico.
Os preços do carvão nos EUA estão em alta, ultrapassando US$ 100 (R$ 470) a tonelada na semana passada — pela primeira vez desde 2008.
As diversas sanções anunciadas pelo Ocidente são uma resposta à operação militar especial russa na Ucrânia, anunciada pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, em 24 de fevereiro.
Entre os principais objetivos da operação estão a "desmilitarização e desnazificação" do território ucraniano, para proteger a população da região de Donbass e prevenir um ataque contra a Rússia a partir da Ucrânia.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала