Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Peru impõe toque de recolher para conter escalada de protestos contra preço de combustíveis

© REUTERS / Sebastian CastanedaFoto mostra um pneu em chamas durante bloqueio de uma rodovia para Lima, em greve de transporte nacional contra preços de combustíveis, em Ica, 4 de abril de 2022.
Foto mostra um pneu em chamas durante bloqueio de uma rodovia para Lima, em greve de transporte nacional contra preços de combustíveis, em Ica, 4 de abril de 2022. - Sputnik Brasil, 1920, 05.04.2022
Nos siga noTelegram
O presidente do Peru, Pedro Castillo, declarou toque de recolher em Lima em resposta aos protestos que ocorrem na cidade devido ao aumento dos preços de combustível e alimentos.
O decreto determina que as pessoas permaneçam em suas casas durante toda esta terça-feira (5), a partir das 2h (4h em Brasília), conforme publicou a agência AP.
As manifestações contra o aumento de preços no país ganharam contornos violentos na semana passada, com quatro mortes, queima de postos de pedágio e saques em pequena escala.
Castillo afirmou que optou pelo toque de recolher para "restabelecer a paz e a ordem interna", pois a violência e os bloqueios nas estradas causaram "preocupação entre trabalhadores, mães e população em geral".
Semelhante às restrições impostas durante a pandemia de COVID-19, a medida não vale para serviços essenciais, como mercados de alimentos, farmácias, clínicas e coleta de lixo.
© REUTERS / Jhonel Rodriguez Robles/Presidência do Peru/DivulgaçãoO presidente do Peru, Pedro Castillo, se dirige à nação ao impor um toque de recolher na capital, Lima, em 4 de abril de 2022, na tentativa de conter protestos contra o aumento do custo do combustível no Peru.
O presidente do Peru, Pedro Castillo, se dirige à nação ao impor um toque de recolher na capital Lima, em 4 de abril de 2022, na tentativa de conter protestos contra o aumento dos custos de combustível no Peru - Sputnik Brasil, 1920, 05.04.2022
O presidente do Peru, Pedro Castillo, se dirige à nação ao impor um toque de recolher na capital, Lima, em 4 de abril de 2022, na tentativa de conter protestos contra o aumento do custo do combustível no Peru.

Motivo dos protestos

Caminhoneiros e outros trabalhadores do transporte peruanos entraram em greve devido ao aumento dos preços dos combustíveis e de alimentos, bloqueando rodovias importantes.
Na tentativa de desescalar o conflito, no último domingo (3), o governo suspendeu temporariamente um imposto de 28% a 30% sobre preços da gasolina e do diesel.
A medida baixou o preço do litro do diesel para 47 centavos de dólar (cerca de R$ 2,17).
O presidente ainda anunciou um aumento no salário mínimo para o dia 1º de maio, Dia Internacional do Trabalhador.
Cumprindo os compromissos do governo durante a mesa de diálogo realizada em Huancayo, a partir de hoje, foi acordado que a gasolina e o diesel de 84 e 90 octanas e outros tipos de diesel sejam excluídos do Imposto Seletivo ao Consumo até 30 de junho. (1/2)
Além disso, a partir de 1º de maio, Dia do Trabalhador, o salário mínimo passará para 1.025 sóis [R$ 1.310, aproximadamente], medida imperativa que não é feita desde 2018. Desde o início de nossa gestão, continuamos a alcançar o bem-estar e o desenvolvimento integral da população (2/2)
Um trabalhador verifica os volumes de combustível em um caminhão perto de um tanque da Petrobras em Brasília, no Brasil, em 14 de março de 2022. - Sputnik Brasil, 1920, 01.04.2022
Notícias do Brasil
Mais 70% até 2030: consumidores vão ganhar com maior produção de petróleo no Brasil?
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала