Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

MRE chinês pede que Filipinas evitem 'distúrbios externos' e previnam tensões no mar do Sul da China

© AP Photo / Francis MalasigSecretário de Relações Exteriores das Filipinas, Teodoro Locsin (à esquerda), e ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi (à direita)
Secretário de Relações Exteriores das Filipinas, Teodoro Locsin (à esquerda), e ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi (à direita) - Sputnik Brasil, 1920, 04.04.2022
Nos siga noTelegram
A declaração do ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, aconteceu durante reunião com seu homólogo das Filipinas, Teodoro Locsin.
A reunião entre os ministros das Relações Exteriores chinês e filipino aconteceu neste domingo (4), semanas antes das eleições nas Filipinas, marcadas para o próximo mês.
Durante o encontro, Wang Yi pediu para que Manila se mantenha afastada de qualquer "distúrbio externo" para prevenir que as tensões aumentem na região disputada do mar do Sul da China.

"No momento, é especialmente necessário evitar que medidas impróprias interfiram ou até prejudiquem as relações entre os dois países e a estabilidade do mar do Sul da China", disse o ministro chinês.

Os comentários de Wang foram feitos depois que o presidente filipino, Rodrigo Duterte, anunciou que conversaria virtualmente com seu "amigo", o presidente chinês Xi Jinping, na semana em que as Filipinas participam de seu maior exercício militar conjunto com os Estados Unidos nos últimos sete anos.
Militares dos EUA no Aeroporto Albrecht Duerer alemão, a caminho da base militar do país em Grafenwoehr, Alemanha, 1º de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 28.03.2022
Panorama internacional
EUA e Filipinas realizam exercícios militares conjuntos até 8 de abril
De acordo com analistas ouvidos em reportagem do South China Morning Post (SCMP), os próximos meses serão de desafios e incertezas perante o relacionamento bilateral entre as duas nações, em razão da postura mais dura da China, com a antecipação das eleições nas Filipinas.

"A China sempre considerou as Filipinas uma prioridade em sua diplomacia de vizinhança. […] Os dois lados devem remover os distúrbios, gerenciar com calma e adequadamente as diferenças e não deixá-las afetar a situação geral das relações China-Filipinas", disse Wang a Locsin, de acordo com transcrição do site do Ministério das Relações Exteriores da China, reproduzida pelo SCMP.

Em resposta, Locsin afirmou que o governo filipino está disposto a fortalecer a comunicação e fazer esforços conjuntos com o governo chinês. Ele também caracterizou a China como um país "responsável" que está "dando um novo exemplo em um mundo turbulento", fornecendo ajuda para vacinas COVID-19 e investindo em projetos de infraestrutura nas Filipinas, segundo informações da Xinhua, divulgadas pelo SCMP.
Nos últimos meses China, Filipinas, Brunei, Indonésia, Malásia, Vietnã e Taiwan vem demonstrando insatisfações sobre a situação do mar do Sul da China, território que é contestado pelos sete países.
Navios chineses no recife de Whitsun, mar do Sul da China  - Sputnik Brasil, 1920, 31.03.2022
Panorama internacional
MD chinês: Pequim tem todo direito de implantar equipamentos nas ilhas do mar do Sul da China
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала