Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Pyongyang alerta Seul após declarações sobre possível ataque contra Coreia do Norte

© AFP 2022 / JORGE SILVAKim Yo-jong, irmã do líder da Coreia do Norte Kim Jong-un, durante cerimônia em Hanói, Vietnã
Kim Yo-jong, irmã do líder da Coreia do Norte Kim Jong-un, durante cerimônia em Hanói, Vietnã - Sputnik Brasil, 1920, 03.04.2022
Nos siga noTelegram
A irmã do líder norte-coreano Kim Jong-un lamentou que os comentários do ministro sul-coreano da Defesa tenham deteriorado ainda mais as relações entre os dois países.
A Coreia do Norte condenou os comentários do ministro da Defesa sul-coreano, Suh Wook, que afirmou que Seul tem as capacidades necessárias para realizar um "ataque preventivo" com armas de precisão contra o país vizinho.

"Mencionar imprudentemente um 'ataque preventivo' contra um país que possui armas nucleares é uma arrogância que nunca será benéfica para eles", afirmou Kim Yo-jong, irmã do líder norte-coreano.

Recentemente, Suh Wook qualificou a Coreia do Norte como um país "inimigo" e afirmou que o Exército sul-coreano conta com uma variedade de mísseis com um alcance de precisão e potência significativamente melhorados que poderia "alcançar com precisão e rapidez qualquer alvo" no país vizinho.
Imagem de satélite mostrando atividade no lugar de testes nucleares Punggye-ri na província Hamgyong do Norte, Coreia do Norte, 4 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 27.03.2022
Panorama internacional
Coreia do Norte procura restaurar área nuclear para conduzir novos testes, indica Seul
Kim Yo-jong lamentou que os "imprudentes" comentários do ministro sul-coreano tenham prejudicado ainda mais as relações entre os dois países e elevado as tensões militares na península coreana.
Além disso, ela observou que Seul "pode enfrentar uma séria ameaça" e que Pyongyang leva a sério as declarações, tendo que reconsiderar diversos aspectos relacionados com a Coreia do Sul.
Por sua vez, o secretário do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores norte-coreano, Park Jong-chon, advertiu que seu país "dirigiria sem piedade toda sua força militar para destruir alvos importantes em Seul e de seu Exército" em caso de um ataque preventivo sul-coreano.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала