Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán declara 'grande vitória' nas eleições gerais

© AP Photo / Ronald ZakO primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban, fala à mídia.
O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban, fala à mídia. - Sputnik Brasil, 1920, 03.04.2022
Nos siga noTelegram
Primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán declarou, neste domingo (3), a vitória de seu partido Fidesz e seu aliado, o Partido Popular Democrata Cristão (KDNP), nas eleições parlamentares da Hungria.
Com o resultado, Viktor Orbán ganhará um quarto mandato consecutivo, com a base governista assumindo a maioria de 134 dos 199 assentos do Parlamento do país.
Mais cedo, com cerca de 36,3% dos votos apurados, Viktor Orbán declarou uma vitória antecipada nas eleições gerais do país.
Posteriormente, com 77% dos votos processados, a aliança Fidesz-KDNP conseguiu quase 68% dos votos. Peter Marki-Zay, líder do bloco de oposição, reconheceu a derrota nas eleições gerais.
Os primeiros relatórios das eleições também mostram que o apoio ao partido de direita é mais forte do que há quatro anos nos 106 distritos eleitorais da Hungria.

"Esta vitória também será inesquecível para o resto de nossas vidas, porque houve muitos contra os quais precisávamos lutar: a 'esquerda' em casa, a 'esquerda internacional' no exterior, os burocratas de Bruxelas, todas as instituições financeiras do império Soros, a mídia internacional, e até mesmo o presidente ucraniano", disse Orbán, em pronunciamento após o resultado.

O comparecimento às urnas foi de 67,8%, um dos mais altos dos últimos anos. Com os resultados, Orbán chegará ao seu quarto mandato consecutivo: ele está no poder desde 2010, embora antes tenha comandado a Hungria entre 1998 e 2002.
O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán (direita), e o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, após entrevista coletiva conjunta em 17 de fevereiro de 2022, em Budapeste, na Hungria - Sputnik Brasil, 1920, 17.02.2022
Notícias do Brasil
Bolsonaro na Hungria: quais os benefícios diplomáticos e econômicos para o Brasil?
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала