Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Funcionários ferroviários gregos se recusam a transportar equipamento dos EUA e OTAN, diz mídia

© AFP 2022 / JUNG YEON-JEM109A6 Paladin Howitzer norte-americano de 155mm está vinculado em um trem durante uma operação em Camp Carroll em Chilgok, 220 kms ao sudeste de Seul, em 6 de março de 2012.
M109A6 Paladin Howitzer norte-americano de 155mm está vinculado em um trem durante uma operação em Camp Carroll em Chilgok, 220 kms ao sudeste de Seul, em 6 de março de 2012. - Sputnik Brasil, 1920, 02.04.2022
Nos siga noTelegram
Funcionários da empresa ferroviária grega TrainOSE se recusam a participar do transporte de veículos militares dos EUA e da OTAN do porto de Alexandrópolis para a fronteira ucraniana.
A administração da empresa está exercendo pressão sobre os funcionários, de acordo com o portal do Partido Comunista Grego (PCG).
Nos últimos dias, navios dos EUA transportando veículos blindados têm chegado ao porto de Alexandrópolis, no nordeste da Grécia. Os equipamentos deverão ser enviados para a Polônia.
O navio Liberty King está agora sendo descarregado. De acordo com o chefe do porto, Konstantinos Chatzimichail, até 30 de março já foram enviados três trens completos para a parte ocidental da Polônia.
No entanto, de acordo com o portal, os funcionários ferroviários gregos recusam-se a trabalhar no transporte de tanques da OTAN pelos trens a partir do referido porto, bem como a fornecer apoio técnico no transporte.
"Há cerca de duas semanas que está sendo exercida pressão sobre o pessoal das máquinas em Tessalônica para irem a Alexandroupolis. Inicialmente, o empregador indicou quem deveria ir, mas após eles recusarem, disse 'para escolherem entre si'. Quando de novo ninguém concordou em ir 'voluntariamente', ele [o empregador] começou a falar sobre as 'obrigações', indicando que o seu contrato de trabalho estipula que 'o empregado pode ser transferido de acordo com as necessidades da empresa'", aponta o comunicado.
Ativistas italianos protestam conta a OTAN - Sputnik Brasil, 1920, 20.03.2022
Panorama internacional
Ativistas italianos organizam manifestações contra fornecimento de armas à Ucrânia (VÍDEOS)
Após tentativas de forçar o pessoal a fazer este trabalho, os sindicatos de Tessalônica intervieram e aprovaram uma resolução exigindo que as ferrovias gregas não sejam utilizadas no transporte de equipamento militar, que parem de ameaçar os funcionários que estão contra o envio de equipamento militar, avança o portal.
A resolução foi apoiada por cerca de 15 sindicatos locais, incluindo empregados da indústria química do norte da Grécia, trabalhadores de Tessalônica dos setores da construção civil, das telecomunicações e informática, indústria alimentícia, autoridades locais e empresas municipais, hotéis e empresas de restauração.

"Em particular, exigimos que não sejam utilizados vagões ferroviários do nosso país para a transferência do arsenal EUA-OTAN para países vizinhos. […] Não seremos cúmplices na passagem da máquina militar pelo território do nosso país", lê-se na resolução citado pelo portal.

Além disso, o portal compartilhou um vídeo de membros do Partido Comunista Grego e jovens comunistas gregos lançando recipientes de tinta vermelha nos veículos blindados transportados.
Anteriormente, ativistas de um grande sindicato italiano – a Unione Sindacale di Base (USB) – organizaram manifestações em Roma e Pisa contra o envio de armas para a Ucrânia.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала