Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Forças russas impedem atentado terrorista no local de entrega de ajuda humanitária na região de Kiev

© Sputnik / Valery MelnikovClube de motociclistas entrega ajuda humanitária em Rubezhnoe
Clube de motociclistas entrega ajuda humanitária em Rubezhnoe - Sputnik Brasil, 1920, 02.04.2022
Nos siga noTelegram
Forças especiais da Guarda Nacional da Rússia frustraram um atentado terrorista em um local de entrega de ajuda humanitária na região de Kiev, informa a entidade russa.
As forças especiais russas encontraram um artefato explosivo improvisado perto do local de entrega da ajuda humanitária na região de Kiev, o explosivo foi neutralizado, relata o serviço de imprensa.
"Durante uma patrulha, soldados da Guarda Nacional descobriram um artefato explosivo improvisado perto do local de entrega de ajuda humanitária à população em um dos povoados na região de Kiev", lê-se no comunicado.
Os militares isolaram o local e evacuaram a população para uma distância segura. Os sapadores determinaram que o artefato explosivo era feito de uma munição de artilharia de 152mm.
"Como resultado de ações rápidas e competentes dos soldados da Guarda Nacional russa, foi impedido um atentado terrorista de combatentes de formações nacionalistas da Ucrânia contra civis", acrescenta a nota.
Na região da República Popular de Donetsk (RPD), funcionários do Ministério de Assuntos Internos verificam refugiados de Mariupol, em 25 de março de 2022. - Sputnik Brasil, 1920, 30.03.2022
Panorama internacional
Combatentes ucranianos não receberão corredor para deixar Mariupol, diz república popular
As Forças Armadas russas estão apoiando Donetsk como parte da operação militar especial lançada pelo presidente Vladimir Putin em 24 de fevereiro. A missão foi anunciada em resposta a um pedido da RPD e da República Popular de Lugansk (RPL), que sofriam bombardeios das Forças Armadas da Ucrânia e dos batalhões nacionalistas.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала