Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Na hora e lugar certos: telescópio Hubble tira FOTOS de estrela solitária mais distante já vista

© Foto / Pixabay / tommyvideoEstrela (imagem referencial)
Estrela (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 31.03.2022
Nos siga noTelegram
A estrela registrada pelo Hubble está há cerca de 28 bilhões de anos-luz de distância da Terra e foi registrada graças a uma combinação de sorte e tecnologia.
A descoberta foi realizada por pesquisadores da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, com auxílio do telescópio espacial Hubble. Os astrônomos batizaram a estrela de Earendel, que significa "estrela da manhã" no inglês antigo.

"À medida que olhamos para o cosmos, também olhamos para trás no tempo [...] Quando a luz que vemos de Earendel foi emitida, o Universo tinha menos de um bilhão de anos; apenas 6% de sua idade atual. Naquela época, estava a quatro bilhões de anos-luz da proto-Via Láctea, mas durante os quase 13 bilhões de anos que a luz levou para chegar até nós o Universo se expandiu, de modo que agora está a uns impressionantes 28 bilhões de anos-luz de distância", explicou uma das autoras do estudo, Victoria Strait.

© Foto / NASA, ESA, B. Welch (JHU), D. Coe (STScI), A. Pagan (STScI) Registro espacial da estrela Earendel e o aglomerado de galáxias que a tornou visível
Registro espacial da estrela Earendel e o aglomerado de galáxias que a tornou visível - Sputnik Brasil, 1920, 31.03.2022
Registro espacial da estrela Earendel e o aglomerado de galáxias que a tornou visível
Além do potente telescópio Hubble, os astrônomos também contaram com uma jogada de sorte cósmica. As galáxias em um aglomerado chamado WHL0137-08 se alinharam de forma a focar a luz de uma única estrela em nossa direção, ampliando sua luminosidade milhares de vezes. Para captar a foto, o Hubble precisou de nove horas.
De acordo com o estudo, publicado nesta quarta-feira (30) na revista acadêmica Nature, Earendel é a estrela mais distante do nosso planeta já registrada e tem um tamanho impressionante. Os pesquisadores acreditam que o astro seja entre 50 e 500 vezes mais massivo que o Sol.
© Foto / NASA/ESA/Brian Welch (JHU)/Dan Coe (STScI)/Peter Laursen (DAWN)Imagem ampliada da região cósmica onde foi encontrada a estrela Earendel
Imagem ampliada da região cósmica onde foi encontrada a estrela Earendel - Sputnik Brasil, 1920, 31.03.2022
Imagem ampliada da região cósmica onde foi encontrada a estrela Earendel
Os astrônomos dinamarqueses agora estão ansiosos para poder utilizar o ainda mais potente telescópio espacial James Webb. A expectativa é que com as futuras observações seja possível descobrir mais detalhes sobre essa distante estrela.

"Com o James Webb, poderemos confirmar que Earendel é realmente apenas uma estrela e, ao mesmo tempo, quantificar que tipo de estrela ela é. Webb nos permitirá até medir sua composição química. Potencialmente, Earendel pode ser o primeiro exemplo conhecido da primeira geração de estrelas do Universo", disse Sune Toft, uma das autoras do estudo.

Telescópio James Webb - Sputnik Brasil, 1920, 31.03.2022
Sociedade e cotidiano
Viagem no tempo: telescópio James Webb revelará história de 13,5 bilhões de anos cósmicos
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала