Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Lavrov: em Istambul, Ucrânia validou percepção de que questões da Crimeia e Donbass foram resolvidas

© REUTERS / Ministério das Relações Exteriores da RússiaO ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, participa de uma reunião com o presidente do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), Peter Maurer, em Moscou, Rússia, em 24 de março de 2022
O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, participa de uma reunião com o presidente do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), Peter Maurer, em Moscou, Rússia, em 24 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 30.03.2022
Nos siga noTelegram
Ministro das Relações Exteriores da Rússia considera que os diálogos em Istambul, na Turquia, com a Ucrânia na terça-feira (29) foram um passo positivo para se chegar a um acordo final.
O chanceler russo, Sergei Lavrov, avaliou nesta quarta-feira (30) o resultado das negociações russo-ucranianas realizadas em Istambul como um passo positivo, embora não seja o resultado final.
A prontidão de Kiev para garantir um status não nuclear e de não aderência a blocos é um progresso significativo em sua visão.
Lavrov enfatizou que o lado ucraniano também confirmou seu entendimento de que as questões da Crimeia, que voltou à Rússia em 2014, e Donbass, que declarou sua independência da Ucrânia no mesmo ano, estão encerradas.
"Considero um progresso significativo que os negociadores ucranianos tenham confirmado a necessidade de garantir um status não nuclear e de não aderência a blocos da Ucrânia e sua segurança fora da estrutura da OTAN, bem como o entendimento dos colegas ucranianos de que as questões da Crimeia e Donbass foram finalmente resolvidas", disse Lavrov a repórteres hoje (30).
O ministro concedeu a declaração logo após o negociador-chefe da Rússia, Vladimir Medinsky, dizer que as negociações de terça-feira (29) marcaram a primeira vez que as autoridades de Kiev expressaram sua disposição de negociar com Moscou.
Medinsky afirmou que as propostas ucranianas serão analisadas pelo Kremlin e apresentadas ao presidente Vladimir Putin. O lado russo também desenvolverá uma lista de contrapropostas à Ucrânia em breve.
Sergei Lavrov, chanceler da Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 19.03.2022
Panorama internacional
Negociações com Kiev continuam apesar dos obstáculos por parte dos EUA, diz Lavrov
Em 24 de fevereiro de 2022, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou o início de uma operação especial militar para "desmilitarização e desnazificação da Ucrânia".
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала