Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

'É preciso diálogo com Putin, gostemos ou não', diz presidente do Conselho Europeu

© AFP 2022 / John ThysO presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, gesticula enquanto fala com a imprensa durante cúpula da União Europeia (UE) em sua sede, em Bruxelas, em 25 de março de 2022.
O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, gesticula enquanto fala com a imprensa durante cúpula da União Europeia (UE) em sua sede, em Bruxelas, em 25 de março de 2022. - Sputnik Brasil, 1920, 27.03.2022
Nos siga noTelegram
O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, acredita que a Rússia cometeu "crimes de guerra" na Ucrânia, mas afirma que é preciso manter um diálogo com o presidente russo, Vladimir Putin, independentemente de afinidades ou sintonias políticas.
Acredito profundamente que há crimes de guerra cometidos pela Rússia na Ucrânia. Por outro lado, por necessidade, acredito que devemos manter um diálogo com Vladimir Putin, porque, gostemos ou não, hoje é ele quem está sentado no Kremlin.
Em entrevista ao canal de televisão francês LCI, o chefe do Conselho Europeu disse ainda que aqueles que cometeram "crimes de guerra" devem ser julgados e "punidos" por órgãos de justiça internacionais.
A Rússia iniciou uma operação militar especial na Ucrânia, em 24 de fevereiro, com o objetivo de "desmilitarizar" e "desnazificar" o país vizinho, após pedido de ajuda das repúblicas populares de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) para combater ataques de tropas ucranianas.
A missão, segundo o Ministério da Defesa russo, tem como alvo apenas a infraestrutura militar da Ucrânia.
Além disso, as Forças Armadas da Rússia têm acusado militares ucranianos de usar "métodos terroristas" nos combates, como fazer civis de "escudo humano" e se alojar em construções não militares.
Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, em coletiva de imprensa na cúpula do G20 em Roma, Itália, 31 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 27.03.2022
Panorama internacional
Próxima reunião das delegações russa e ucraniana será realizada em Istambul, diz governo turco
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала