- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Bolsonaro diz que Milton Ribeiro é alvo de covardia: 'Boto a minha cara no fogo por ele'

© Folhapress / Pedro LadeiraMinistro da Educação, Milton Ribeiro, em cerimônia no Planalto ao lado do presidente Jair Bolsonaro, 10 de fevereiro de 2022.
Ministro da Educação, Milton Ribeiro, em cerimônia no Planalto ao lado do presidente Jair Bolsonaro, 10 de fevereiro de 2022. - Sputnik Brasil, 1920, 24.03.2022
Nos siga noTelegram
O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesta quinta-feira (24), em transmissão ao vivo em redes sociais, a permanência no cargo do ministro da Educação, Milton Ribeiro.

"O Milton, coisa rara de eu falar aqui. Eu boto minha cara no fogo pelo Milton, minha cara toda no fogo pelo Milton. Estão fazendo uma covardia com ele", declarou o presidente brasileiro.

O ministro da Educação é alvo de diversos pedidos de investigação depois que áudios atribuídos a ele apontam suposto favorecimento a indicações de pastores para aplicação de verbas públicas.
Na transmissão, Bolsonaro defendeu o trabalho de Milton Ribeiro e disse que o caso já tinha sido encaminhado aos órgãos de investigação antes de os áudios serem revelados, escreve o portal G1.
Na segunda-feira (21), a Folha de S.Paulo divulgou um áudio de uma reunião na qual Milton Ribeiro afirmava ter havido um "pedido especial" de Bolsonaro para atender aos pleitos do pastor Gilmar Santos.
O presidente Jair Bolsonaro (PL), acompanhado do ministro da Educação, Milton Ribeiro, participa de cerimônia de assinatura da portaria do piso salarial para os professores no país, 22 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 22.03.2022
Notícias do Brasil
Após áudio do ministro da Educação vazar, centrão pressiona governo para demitir Ribeiro, diz mídia
Ao lado de outro líder evangélico, o pastor Arilton Moura, Gilmar Santos é apontado como articulador de uma espécie de gabinete paralelo do ministro. Santos seria responsável por intermediar reuniões entre prefeituras e a pasta para liberação de recursos.
Pelo menos desde janeiro de 2021, a dupla tem negociado verbas federais com prefeituras para obras de escolas, quadras esportivas, creches e compra de equipamentos tecnológicos. Os pedidos para liberação de recursos seriam feitos em hotéis e restaurantes de Brasília.
Em seguida, os pastores entrariam em contato com o ministro Milton Ribeiro, que usa o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia da pasta controlada por políticos do centrão, para empenhar as verbas federais.
Na reunião cuja conversa foi gravada, Ribeiro discute questões do orçamento da pasta, cortes de recursos para a educação e liberação de dinheiro para obras. Embora não tenham cargo oficial, os pastores Gilmar e Arilton estavam presentes no encontro.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала