Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Rússia: armas de alta precisão desativam centros de comunicação e inteligência em Vinnitsa, Ucrânia

© Sputnik / Ministério da Defesa da RússiaEm Kherson, na Ucrânia, militares russos assumem o controle de depósito de mísseis e artilharia das Forças Armadas da Ucrânia, em 16 de março de 2022.
Em Kherson, na Ucrânia, militares russos assumem o controle de depósito de mísseis e artilharia das Forças Armadas da Ucrânia, em 16 de março de 2022. - Sputnik Brasil, 1920, 16.03.2022
Nos siga noTelegram
Em declaração nesta quarta-feira (16), o Ministério da Defesa da Rússia afirmou que armas russas de alta precisão foram utilizadas para desativar centros de comunicação e inteligência localizados em Vinnitsa, na região central da Ucrânia.
A desativação das instalações em Vinnitsa foi comunicada pelo porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, Igor Konashenkov.

"Na manhã de 16 de março, armas de longo alcance e alta precisão atingiram a infraestrutura militar da Ucrânia. Como resultado, centros de comunicação, inteligência, retransmissão e comutação em Vinnitsa foram desativados", explanou.

O militar disse também que quaisquer tentativas das forças ucranianas de usar substâncias tóxicas também serão expostas.

"Acrescento que em meio à documentação capturada por nós na 4ª brigada da Guarda Nacional da Ucrânia há um mapa detalhado do território ucraniano com objetos marcados e tipos de substâncias tóxicas armazenadas."

© Sputnik / Konstantin MikhalchevskyExército russo durante operação na Ucrânia.
Exército russo durante operação na Ucrânia - Sputnik Brasil, 1920, 16.03.2022
Exército russo durante operação na Ucrânia.
Em relação a um vídeo que supostamente mostra pessoas mortas em Chernigov, Konashenkov esclareceu que não há soldados russos no local.

"Gostaria de enfatizar que não havia militares russos em Chernigov, e ainda não há. Todas as unidades das Forças Armadas da Rússia estão fora de Chernigov, bloqueando ruas, e não estão conduzindo nenhuma operação ofensiva contra a cidade", sustentou o porta-voz.

Em 24 de fevereiro, a Rússia anunciou uma operação militar especial na Ucrânia respondendo ao pedido de assistência militar das repúblicas populares de Donetsk e Lugansk (RPD e RPL, respectivamente). Segundo o governo russo, essa missão tem o objetivo de desmilitarizar e desnazificar o país vizinho para garantir a segurança das populações da RPD e da RPL, assim como da Rússia.
© Sputnik / Aleksei KudenkoMoradora de Nikolaevka, República Popular de Donetsk, após destruição de sua casa.
Moradora de Nikolaevka, República Popular de Donetsk, após destruição de sua casa - Sputnik Brasil, 1920, 16.03.2022
Moradora de Nikolaevka, República Popular de Donetsk, após destruição de sua casa.
As repúblicas do Donbass sofrem ataques das forças ucranianas desde 2014, quando declararam independência da Ucrânia — conflito que já deixou milhares de mortos. O pedido de assistência à Rússia veio após o reconhecimento por Moscou da independência da RPD e da RPL e em meio ao aumento das violações do regime de cessar-fogo na região.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала