Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Empresas francesas decidem não sair da Rússia para apoiar funcionários russos no país

© REUTERS / Christian HartmannProdutos Danone exibidos antes da apresentação dos resultados anuais de 2019 do grupo alimentício francês em Paris, França (foto de arquivo)
Produtos Danone exibidos antes da apresentação dos resultados anuais de 2019 do grupo alimentício francês em Paris, França (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 15.03.2022
Nos siga noTelegram
Companhias francesas como Leroy Merlin e Danone decidem continuar suas atividades por saberem da importância desses empregos para mais de 155 mil russos que trabalham nelas.
Apesar da saída de algumas empresas da Rússia, outras entendem que mesmo diante das circunstâncias existe toda uma população que depende dos seus cargos de trabalho para continuar suas vidas.
Empresas francesas incluindo a Danone, Auchan e Leroy Merlin, não têm planos de sair do mercado russo, disse o presidente do Movimento das Empresas Francesas (MEDEF, na sigla em inglês), Geoffroy Roux de Bézieux, em entrevista à rede BFMTV.
O presidente ressaltou que cerca de 160.000 cidadãos russos "que devem ser alimentados e pagos" trabalham nas empresas MEDEF e devem continuar a receber salários e serem apoiados.
"Nossa responsabilidade como empregadores é continuar pagando salários, algo que é muito difícil no momento devido à imposição de sanções ao sistema SWIFT. Mas nossa responsabilidade é apoiar nossos funcionários", analisou.
Bézieux também declarou que as autoridades francesas não ordenaram ao consórcio que deixasse o mercado russo.
O presidente do Banco Mundial, David Malpass, fala durante a cerimônia de abertura das Reuniões Anuais do Banco Mundial/FMI em Washington, 18 de outubro de 2019 - Sputnik Brasil, 1920, 15.03.2022
Panorama internacional
Banco Mundial: sanções contra Rússia pesarão mais no PIB global do que operação militar na Ucrânia
Após o início da operação especial militar russa na Ucrânia no dia 24 de fevereiro, diversos países condenaram a ação e ativaram uma sequência de sanções individuais e setoriais que buscam infligir o maior dano possível à economia russa, ao passo que dezenas de empresas suspenderam seus negócios no país.
Militares da FAB no avião KC-390 Millennium durante exercício nos EUA - Sputnik Brasil, 1920, 13.03.2022
Notícias do Brasil
Sanções dos EUA contra a Rússia atingem o setor de Defesa do Brasil, diz jornal
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала