Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Mercadorias com tema do regimento neonazista ucraniano estão à venda na Amazon

© Sputnik / Aleksandr MaksimenkoSoldados do regimento ucraniano Azov
Soldados do regimento ucraniano Azov  - Sputnik Brasil, 1920, 14.03.2022
Nos siga noTelegram
Pelo menos cinco modelos de camisetas com o tema "Azov Battalion" e diversas canecas de café apareceram na loja on-line da Amazon nas últimas semanas.
As peças de roupa e objetos colocados à venda aparecem com o logotipo de uma das divisões da força de combate neonazista da Ucrânia, e outras com o azul-claro e amarelo da bandeira ucraniana.
Além das camisetas básicas, a Amazon oferece a compra de moletons, mangas compridas, bodys e até macacões de bebê.
As camisas custam cerca de R$ 97, enquanto as "canecas de suporte Azov unissex" estão em oferta e podem ser adquiridas a partir de R$ 76, dependendo do tamanho. Todos os produtos apareceram no site nas últimas duas semanas.
Alguns usuários da Amazon nas redes sociais condenaram veementemente a gigante varejista por oferecer os itens. "Isso é sujeira neonazista", disseram. Outros publicaram comentários criticando a leniência de alguns Estados no combate ao neonazismo.
As camisas e canecas são os mais recentes produtos dedicados ao grupo de combate neonazista que apareceram no site da Amazon nos últimos anos.
Soldados do regimento ucraniano Azov - Sputnik Brasil, 1920, 13.03.2022
Panorama internacional
Ex-agente de inteligência dos EUA revela conexão entre Ocidente e neonazistas ucranianos
Formado no final de 2014 como um grupo de paramilitares voluntários neonazistas, o Azov cresceu para um regimento de tamanho real, com mais de 2.500 soldados. Ele foi integrado à Guarda Nacional Ucraniana, que lhe deu acesso aos armamentos militares do país.
O regimento está baseado em Mariupol, a cidade costeira do sudeste da Ucrânia atualmente cercada por forças russas e da República Popular de Donetsk.
Na região, o Azov foi acusado de atacar indiscriminadamente áreas civis durante sua retirada e de usar os moradores locais como "escudos humanos" contra as forças russas.
Esta captura de vídeo tirada de uma filmagem divulgada pelo Ministério da Defesa da Rússia em 27 de fevereiro de 2022 mostra o representante oficial do Ministério da Defesa da Rússia, Igor Konashenkov - Sputnik Brasil, 1920, 28.02.2022
Rússia adverte neonazistas que torturam seus soldados: 'Vamos encontrá-los e eles vão pagar'
Acusado pela Organização das Nações Unidas de crimes de guerra que vão desde assassinatos extrajudiciais a tortura e saques em massa, o Azov recebeu apoio substancial de Washington, incluindo assistência militar do Pentágono.
Em 2019, um grupo de mais de três dúzias de membros do Partido Democrata tentou classificar o regimento como uma entidade terrorista. A medida foi derrubada pelo Departamento de Estado norte-americano.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала