Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Usuários do Instagram acusam modelo ucraniana de falsa sessão de fotos em maternidade de Mariupol

© REUTERS / MAXAR TECHNOLOGIESUma imagem de satélite mostra a maternidade e os edifícios médicos antes do bombardeio em Mariupol, em meio a operação especial militar da Rússia em andamento na Ucrânia, 9 de março de 2022
Uma imagem de satélite mostra a maternidade e os edifícios médicos antes do bombardeio em Mariupol, em meio a operação especial militar da Rússia em andamento na Ucrânia, 9 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 10.03.2022
Nos siga noTelegram
A modelo e blogueira ucraniana Marianna Podgurskaya foi acusada de participar de uma sessão de fotos encenada em uma maternidade em Mariupol, que teria sido supostamente demolida por um ataque russo, atraindo críticas de usuários no Instagram.
Em uma postagem vinculada no Instagram, usuários deixaram mais de 1.500 comentários no perfil da blogueira ucraniana Marianna Podgurskaya contestando que ela estivesse ferida ou perto do hospital, que foi fechado para civis e passou a ser utilizado como base militar por militantes ucranianos do batalhão de extrema direita Azov.
O projeto War on Fakes (Guerra às Falsificações), que rastreia e desmascara notícias falsas relacionadas à crise ucraniana, também compartilhou materiais no Telegram refutando que a maternidade de Mariupol tivesse sido atingida pelo Exército russo.
Depoimentos de moradores locais, bem como uma compilação cronológica de fotos mostrando imagens de mulheres grávidas e outras pacientes, surgiram nas mídias sociais muito depois do hospital ter sido supostamente atingido, enquanto as fotos iniciais não apresentavam quaisquer pacientes.
O projeto concluiu que Podgurskaya foi fotografada em vários cenários diferentes em uma sessão de fotos encenada especificamente para ser conduzida por um renomado fotógrafo profissional, que chegou ao local muitas horas depois. Ela trocava de roupa e maquiagem para cada cenário. De acordo com o projeto, Podgurskaya está realmente grávida, mas não poderia ter sido paciente da maternidade de Mariupol, pois esta foi ocupada anteriormente por militantes.
Comboio militar russo em rodovia próxima à fronteira russo-ucraniana, região de Belgorod, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 26.02.2022
Panorama internacional
Moscou: à medida que operação especial da Rússia decorre com sucesso, aumentam fake news
O deputado da oposição ucraniana Ilia Kiva, que fugiu do país em meio a processos criminais por suposta alta traição, também expressou confiança de que a história em torno da maternidade de Mariupol era falsa.
"A Ucrânia está cheia de mentiras e enganos. A história da tragédia no hospital de Mariupol é outra encenação e fake", disse ele no Telegram.
A Rússia lançou uma operação militar especial na Ucrânia em 24 de fevereiro, depois que as repúblicas populares de Donetsk e Lugansk pediram ajuda para se defender contra os militares ucranianos. O Ministério da Defesa russo disse que a operação tem como alvo apenas a infraestrutura militar ucraniana.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала