Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Cientistas identificam na China antiga parente de crocodilo de 6 metros de comprimento

© Foto / nicolasdebraypointcomGavial (imagem de referência)
Gavial (imagem de referência) - Sputnik Brasil, 1920, 09.03.2022
Nos siga noTelegram
De acordo com pesquisadores, a grande espécie animal, intimamente relacionada aos crocodilos, vagou pela China há 3.000 anos, mas provavelmente foi extinta por humanos
A descoberta de um animal desconhecido parecido com um crocodilo e que provavelmente viveu na China até algumas centenas de anos atrás foi divulgada pela New Scientist. De acordo com os pesquisadores a criatura pode ter tido mais de 6 metros de comprimento e, através dela, a ciência pode ter pistas sobre a evolução dos crocodilos e seus parentes.
Pesquisadores chineses descobriram os ossos do animal nas décadas de 1960 e 1970, mas foram identificados erroneamente como uma espécie ainda viva, e por esta razão teriam sido ignorados, diz a pesquisadora da Universidade de Clemson, na Carolina do Sul, Masaya Iijima.
A criatura era um gavial, um animal intimamente relacionado com crocodilos e jacarés, mas com um focinho muito mais fino. Hoje, existem apenas duas espécies de gaviais, uma na Índia e países vizinhos e outra na Malásia e Indonésia.
A equipe o nomeou, tendo seus espécimes advindo do sudeste da China, de Hanyusuchus sinensis, em homenagem a um político e poeta chinês chamado Han Yu (768-824 d.C.). Confrontado com crocodilos que estavam atacando humanos e gado, Han Yu emitiu uma proclamação instruindo os animais que deveriam sair ou seriam mortos.
© Foto / Illustration by Hikaru AmemiyaFósseis de Hanyusuchus sinensis e um desenho do gavial
Fósseis de Hanyusuchus sinensis e um desenho do gavial - Sputnik Brasil, 1920, 09.03.2022
Fósseis de Hanyusuchus sinensis e um desenho do gavial
Segundo o estudo, três dos espécimes foram datados por carbono e viveram cerca de 3.000 anos atrás, durante a Idade do Bronze chinesa. Porém, os relatos históricos de animais perigosos semelhantes a gaviais são conhecidos há 500 anos, então Iijima acha que os gaviais chineses sobreviveram "até pelo menos 300 anos atrás".
Um dos crânios estudados tem 17 marcas de corte, sugerindo que as pessoas o cortaram com pesadas armas de bronze, o que indica que provavelmente os humanos levaram o gavial chinês à extinção, diz Minoru Yoneda, um pesquisador da Universidade de Tóquio que também trabalhou no estudo.
"Não é fácil dizer que o ataque direto de humanos é a principal causa da extinção", diz ele, porque o cultivo de arroz provavelmente tomou seu habitat, mas de qualquer forma os humanos devem ser provavelmente os responsáveis.
Evidências genéticas mostram que os jacarés foram o primeiro grupo a se separar dos demais crocodilianos. Crocodilos e gaviais viriam a se separar somente mais tarde e sempre foi um mistério para a ciência porque, entre as espécies conhecidas anteriormente, crocodilos e jacarés se parecem mais entre si do que os gaviais. Mas o gavial chinês se provou ser intermediário na forma do corpo entre os gaviais e os outros dois grupos.
"Havia uma enorme lacuna entre o gavial e o resto dos crocodilianos", diz Iijima. "Nossos espécimes se encaixam na lacuna."
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала