Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Rússia envia 120 toneladas em ajuda humanitária à província na Ucrânia

© Sputnik / Natalia Seliverstova / Abrir o banco de imagensEm Moscou, bandeira da Rússia flamula com o edifício do Ministério das Relações Exteriores russo ao fundo (foto de arquivo)
Em Moscou, bandeira da Rússia flamula com o edifício do Ministério das Relações Exteriores russo ao fundo (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 08.03.2022
Nos siga noTelegram
Governo russo enviou ajuda à província de Carcóvia e a distribuiu entre habitantes de diferentes cidades da região, contando com mulheres, crianças e idosos.
Nesta terça-feira (8), o Ministério da Defesa russo anunciou a entrega de 120 toneladas de ajuda humanitária para a população da província ucraniana de Carcóvia.
"Um carregamento humanitário de mais de 120 toneladas foi enviado à província de Carcóvia [Ucrânia] para ajudar os moradores. A ajuda foi distribuída aos habitantes das diferentes cidades da província, incluindo mulheres, crianças e idosos", disse a pasta.
© Foto / Instagram / @nv_poklonskayaAjuda humanitária russa chega à Carcóvia, na Ucrânia.
Ajuda humanitária russa chega à Carcóvia, na Ucrânia. - Sputnik Brasil, 1920, 08.03.2022
Ajuda humanitária russa chega à Carcóvia, na Ucrânia.
Essa não é a primeira vez que a região conta com a ajuda da Rússia durante a crise ucraniana. Na última sexta-feira (4), as Forças Armadas russas transportaram à província mais de 140 toneladas de alimentos e medicamentos, segundo o representante oficial do Ministério da Defesa da Rússia, Igor Konashenkov.
A Rússia lançou uma operação militar especial na Ucrânia em 24 de fevereiro para desmilitarização e desnazificação do país, depois que as repúblicas de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) pediram ajuda para interromper o bombardeio de civis.
Presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante a coletiva de imprensa, 22 de fevereiro de 2022. - Sputnik Brasil, 1920, 22.02.2022
Panorama internacional
Reconhecemos Donbass porque Kiev declarou publicamente que não cumprirá Acordos de Minsk, diz Putin
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала