Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Rússia abre corredor humanitário em Mariupol em meio a abuso da população por forças ucranianas

Nos siga noTelegram
A Rússia começou em 24 de fevereiro uma operação de "desmilitarização" e "desnazificação" da Ucrânia para remover a ameaça aos residentes de Donbass e da Rússia, e abriu corredores humanitários em cidades ucranianas.
Em meio à operação militar especial da Rússia na Ucrânia, Moscou tem instado os militares pró-Kiev a depor suas armas, e também garantir a passagem segura de civis para evitar crises humanitárias.
No sábado (5) o lado russo declarou um regime de cessar-fogo e a abertura de corredores humanitários nas cidades de Mariupol e Volnovakha.
No entanto, o Ministério da Defesa da Rússia tem relatado violações constantes por parte das forças ucranianas, incluindo o uso de civis como escudos humanos.
© Sputnik / Aleksei Kudenko

Refugiados de Mariupol que conseguiram deixar a cidade apesar dos tiros. Não é possível evacuar os moradores da cidade pelos corredores humanitários por Kiev não garantir o cessar-fogo.

Refugiados de Mariupol que conseguiram deixar a cidade apesar dos tiros. Não é possível evacuar os moradores da cidade pelos corredores humanitários por Kiev não garantir o cessar-fogo. - Sputnik Brasil
1/8

Refugiados de Mariupol que conseguiram deixar a cidade apesar dos tiros. Não é possível evacuar os moradores da cidade pelos corredores humanitários por Kiev não garantir o cessar-fogo.

© Sputnik / Ilia Pitalev

Moradora de Mariupol que deixou voluntariamente a cidade através de corredor humanitário em um ponto de encontro de refugiados organizado pelo Ministério de Defesa Civil e Emergências da República Popular de Donetsk em Bezymyannoe, região de Novoazovsk.

Moradora de Mariupol que deixou voluntariamente a cidade através de corredor humanitário em um ponto de encontro de refugiados organizado pelo Ministério de Defesa Civil e Emergências da República Popular de Donetsk em Bezymyannoe, região de Novoazovsk. - Sputnik Brasil
2/8

Moradora de Mariupol que deixou voluntariamente a cidade através de corredor humanitário em um ponto de encontro de refugiados organizado pelo Ministério de Defesa Civil e Emergências da República Popular de Donetsk em Bezymyannoe, região de Novoazovsk.

© Sputnik / Ilia Pitalev

Luta pelo controle de Mariupol. Não é possível evacuar os moradores da cidade pelos corredores humanitários por Kiev não garantir o cessar-fogo. Alguns dos moradores conseguiram deixar voluntariamente Mariupol e chegar a ponto de encontro de refugiados na região de Novoazovsk.

Luta pelo controle de Mariupol. Não é possível evacuar os moradores da cidade pelos corredores humanitários por Kiev não garantir o cessar-fogo. Alguns dos moradores conseguiram deixar voluntariamente Mariupol e chegar a ponto de encontro de refugiados na região de Novoazovsk. - Sputnik Brasil
3/8

Luta pelo controle de Mariupol. Não é possível evacuar os moradores da cidade pelos corredores humanitários por Kiev não garantir o cessar-fogo. Alguns dos moradores conseguiram deixar voluntariamente Mariupol e chegar a ponto de encontro de refugiados na região de Novoazovsk.

© Sputnik / Ilia Pitalev

Crianças em ponto especial para refugiados organizado pelo Ministério de Defesa Civil e Emergências da República Popular de Donetsk em Bezymyannoe, região de Novoazovsk. Alguns dos moradores de Mariupol conseguiram chegar ao local após deixar voluntariamente a cidade através de corredor humanitário.

Crianças em ponto especial para refugiados organizado pelo Ministério de Defesa Civil e Emergências da República Popular de Donetsk em Bezymyannoe, região de Novoazovsk. Alguns dos moradores de Mariupol conseguiram chegar ao local após deixar voluntariamente a cidade através de corredor humanitário. - Sputnik Brasil
4/8

Crianças em ponto especial para refugiados organizado pelo Ministério de Defesa Civil e Emergências da República Popular de Donetsk em Bezymyannoe, região de Novoazovsk. Alguns dos moradores de Mariupol conseguiram chegar ao local após deixar voluntariamente a cidade através de corredor humanitário.

© Sputnik / Aleksei Kudenko

Refugiados de Mariupol que deixaram a cidade apesar dos tiros. Não é possível evacuar os moradores da cidade pelos corredores humanitários por Kiev não garantir o cessar-fogo.

Refugiados de Mariupol que deixaram a cidade apesar dos tiros. Não é possível evacuar os moradores da cidade pelos corredores humanitários por Kiev não garantir o cessar-fogo. - Sputnik Brasil
5/8

Refugiados de Mariupol que deixaram a cidade apesar dos tiros. Não é possível evacuar os moradores da cidade pelos corredores humanitários por Kiev não garantir o cessar-fogo.

© Sputnik / Ilia Pitalev

Refugiados de Mariupol que chegaram a um ponto especial organizado pelo Ministério de Defesa Civil e Emergências da República Popular de Donetsk em Bezymyannoe, região de Novoazovsk.

Refugiados de Mariupol que chegaram a um ponto especial organizado pelo Ministério de Defesa Civil e Emergências da República Popular de Donetsk em Bezymyannoe, região de Novoazovsk. - Sputnik Brasil
6/8

Refugiados de Mariupol que chegaram a um ponto especial organizado pelo Ministério de Defesa Civil e Emergências da República Popular de Donetsk em Bezymyannoe, região de Novoazovsk.

© Sputnik / Ilia Pitalev

Funcionários do Ministério de Defesa Civil e Emergências da República Popular de Donetsk transportam idoso para uma ambulância em ponto especial para refugiados em Bezymyannoe, região de Novoazovsk. O homem estava andando e se sentiu mal. Vários moradores de Mariupol deixaram voluntariamente a cidade através do corredor humanitário para chegar a ponto especial para refugiados.

Funcionários do Ministério de Defesa Civil e Emergências da República Popular de Donetsk transportam idoso para uma ambulância em ponto especial para refugiados em Bezymyannoe, região de Novoazovsk. O homem estava andando e se sentiu mal. Vários moradores de Mariupol deixaram voluntariamente a cidade através do corredor humanitário para chegar a ponto especial para refugiados. - Sputnik Brasil
7/8

Funcionários do Ministério de Defesa Civil e Emergências da República Popular de Donetsk transportam idoso para uma ambulância em ponto especial para refugiados em Bezymyannoe, região de Novoazovsk. O homem estava andando e se sentiu mal. Vários moradores de Mariupol deixaram voluntariamente a cidade através do corredor humanitário para chegar a ponto especial para refugiados.

© Sputnik / Ilia Pitalev

Refugiados de Mariupol que chegaram a ponto especial organizado por funcionários do Ministério de Defesa Civil e Emergências da República Popular de Donetsk.

Refugiados de Mariupol que chegaram a ponto especial organizado por funcionários do Ministério de Defesa Civil e Emergências da República Popular de Donetsk. - Sputnik Brasil
8/8

Refugiados de Mariupol que chegaram a ponto especial organizado por funcionários do Ministério de Defesa Civil e Emergências da República Popular de Donetsk.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала