Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Em ligação, Shoigu garante a Guterres da ONU que Rússia respeita direito humanitário em sua operação

© Sputnik / Serviço de imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Rússia / Abrir o banco de imagensSergei Shoigu, ministro da Defesa da Rússia, durante reunião conjunta dos ministros das Relações Exteriores e da Defesa, e secretários dos Conselhos de Segurança da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (CSTO) em Dushanbe, Tajiquistão
Sergei Shoigu, ministro da Defesa da Rússia, durante reunião conjunta dos ministros das Relações Exteriores e da Defesa, e secretários dos Conselhos de Segurança da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (CSTO) em Dushanbe, Tajiquistão - Sputnik Brasil, 1920, 04.03.2022
Nos siga noTelegram
As autoridades se falaram por telefone hoje (4), e o ministro da Defesa russo certificou ao secretário-geral das Nações Unidas que operação militar russa na Ucrânia cumpre protocolo do direito internacional.
Durante uma conversa telefônica nesta sexta-feira (4), o ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, assegurou ao secretário-geral da ONU, António Guterres, que o Exército russo não ameaça civis na Ucrânia bem como respeita a lei humanitária internacional.

"O Exército russo não ameaça civis, não bombardeia instalações civis e cumpre totalmente os requisitos do direito internacional humanitário", disse o Ministério da Defesa russo.

A pasta ainda afirmou que "durante a operação especial – através do uso de armas de alta precisão – apenas os alvos da infraestrutura militar que foram criados para militarizar a Ucrânia e realizar uma operação de punição cruel contra a população civil no sudeste são eliminados".
© REUTERS / Maksim ShemetovAntónio Guterres, secretário-geral da ONU, participa de coletiva de imprensa em Moscou, Rússia, 12 de maio de 2021
António Guterres, secretário-geral da ONU, participa de coletiva de imprensa em Moscou, Rússia, 12 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 04.03.2022
António Guterres, secretário-geral da ONU, participa de coletiva de imprensa em Moscou, Rússia, 12 de maio de 2021
Um dos objetivos fundamentais desta operação, segundo o presidente Vladimir Putin, é "a desmilitarização e desnazificação" do território ucraniano.
Durante a operação, as Forças Armadas da Rússia eliminam instalalções da infraestrutura militar ucraniana, sem realizar ataques contra alvos civis em cidades. Os militares russos também organizam corredores humanitários para população civil que foge da violência dos neonazistas e nacionalistas.
Presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante a coletiva de imprensa, 22 de fevereiro de 2022. - Sputnik Brasil, 1920, 22.02.2022
Panorama internacional
Reconhecemos Donbass porque Kiev declarou publicamente que não cumprirá Acordos de Minsk, diz Putin
Caro visitante, tendo em vista o risco de a Sputnik Brasil sofrer bloqueios na Internet, para você não perder nosso conteúdo se inscreva em nosso canal no Telegram.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала