Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Delegação russa aguarda por ucranianos que 'claramente não estão com pressa', diz Kremlin

© REUTERS / EVGENIA NOVOZHENINAO porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, participa de uma sessão do Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo em São Petersburgo, Rússia, 4 de junho de 2021
O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, participa de uma sessão do Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo em São Petersburgo, Rússia, 4 de junho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 03.03.2022
Nos siga noTelegram
A delegação russa em Belarus ainda está aguardando os negociadores ucranianos, que claramente não estão com pressa, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, nesta quinta-feira (3).

"Como vocês sabem, nossa delegação já estava lá ontem à noite. Ela estava esperando os negociadores ucranianos ontem à noite [...] Estava esperando-os pela manhã e, para ser sincero, ainda está esperando. Como vocês sabem, as negociações ainda não começaram. Os negociadores ucranianos claramente não estão com pressa. Vamos esperar que eles cheguem lá hoje", disse Peskov a repórteres.

Moscou tem motivos para acreditar que a delegação ucraniana está arrastando as negociações de propósito, acrescentou, sem dar detalhes.
Ainda segundo o Kremlin, a sugestão de que outros países medeiem as negociações é secundária, "o principal é o fato de ter uma reunião".
"Neste caso, o lugar é secundário, o principal é o fato da reunião. Você sabe que a primeira rodada aconteceu, somos gratos ao lado belarusso por criar excelentes condições para as negociações", disse Peskov a repórteres, comentando a ideia de outros países mediarem as negociações com a Ucrânia e fornecerem uma plataforma para elas.
Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov durante coletiva de imprensa conjunta com seu homólogo de Honduras Lisandro Rosales Banegas - Sputnik Brasil, 1920, 02.03.2022
Panorama internacional
Lavrov: Moscou está pronta para 2ª rodada de negociações, mas Kiev ganha tempo e se orienta com EUA
O responsável acrescentou que não tem dúvidas de que desta vez serão criadas as mesmas condições pelo lado belarusso.
"Mas o lugar é secundário. Existe a possibilidade de comunicação direta, e o principal é a comunicação, e o principal, claro, é o conteúdo das negociações. Mas, como já dissemos, afinal, isso deve não ser um assunto para discussão pública", disse ele.
Rússia e Ucrânia se reuniram pela primeira vez desde o início da operação especial militar russa, no dia 24 de fevereiro, na última segunda-feira (28).
Na ocasião, o assessor do Gabinete do Presidente ucraniano, Mikhail Podolyak, informou que a principal meta das negociações era a questão do cessar-fogo no território da Ucrânia.
Depois do oitavo dia de operação especial os representantes de Rússia e Ucrânia devem se encontrar em Belarus para iniciar a discussão dos termos de um possível acordo.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала