Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Presidente da Sérvia se posiciona contra a proibição dos meios de comunicação russos RT e Sputnik

© REUTERS / Dado RuvicPresidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, em 2 de março de 2021
Presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, em 2 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 01.03.2022
Nos siga noTelegram
Na segunda-feira (28) as redes sociais Instagram e Facebook bloquearam todas as contas do RT nos 27 Estados-membros da União Europeia. Também foram aplicadas restrições às contas do RT e da Sputnik no YouTube e no TikTok.
O presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, se mostrou contrário aos jornalistas ocidentais que propõem a proibição dos meios de comunicação russos RT e Sputnik, de acordo com informações da agência de notícias sérvia Tanjug.

"Alguns deles [jornalistas] querem colocar todos nós que pensamos diferente em um mesmo grupo, eles baniriam toda a mídia que fala diferente. Quando muitos falam em liberdade de imprensa, pensam que a liberdade de imprensa deve ser tal que só eles existam e mais ninguém", disse Vucic em pronunciamento nesta terça-feira (1).

O líder sérvio também disse estar sofrendo uma grande pressão por parte dos países ocidentais sobre a situação na Ucrânia. Vucic informou que Belgrado continuará a apoiar a integridade territorial de todos países e não vai impor nenhum tipo de sanção.

"Realizei conversas por telefone com representantes de muitos países até tarde da noite e durante todo o dia de hoje. Trata-se de respeitar o direito de outros países tomarem suas próprias decisões. Enquanto pudermos, resistiremos", afirmou o presidente.

Vários países europeus têm ordenado ou recomendado o fechamento da mídia russa, sendo que também têm acontecido ataques cibernéticos para a colocar fora do ar.
Um smartphone exibe o aplicativo da Sputnik à frente de seu logotipo, nesta ilustração de 28 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 28.02.2022
Panorama internacional
Sputnik sofre censura e jornalistas são rotulados em redes sociais: 'Sanção injustificada'
Na madrugada de quinta-feira (24) Vladimir Putin, presidente da Rússia, anunciou o início de uma operação militar especial na região de Donbass, após pedido de assistência militar feito pelas recém-reconhecidas repúblicas populares de Lugansk e Donetsk.
O ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, explicou nesta terça-feira (1º), que a operação militar especial na Ucrânia continuará até seus objetivos serem cumpridos e que ela é realizada "com o objetivo de defender a população de Donbass [e] desmilitarizar e 'desnazificar' a Ucrânia".
Caro visitante, tendo em vista o risco de a Sputnik Brasil sofrer bloqueios na Internet, para você não perder nosso conteúdo se inscreva em nosso canal no Telegram.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала