Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Damasco adverte que serviços especiais dos EUA podem levar terroristas da Síria à Ucrânia

© AP Photo / Baderkhan AhmadSoldados das Forças Democráticas da Síria (SDF, na sigla em inglês), apoiadas pelos EUA, procuram militantes do Estado Islâmico-Khorasan (EI-K) (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países), em Hassakeh, na Síria, em 28 de janeiro de 2022
Soldados das Forças Democráticas da Síria (SDF, na sigla em inglês), apoiadas pelos EUA, procuram militantes do Estado Islâmico-Khorasan (EI-K) (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países), em Hassakeh, na Síria, em 28 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 01.03.2022
Nos siga noTelegram
Os serviços especiais dos EUA podem enviar membros do Estado Islâmico-Khorasan (EI-K) (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países), bem como outros grupos radicais, da Síria para a Ucrânia, alertou o vice-chanceler sírio, Bashar Jaafari, à Sputnik.

"Com base em nossa análise, podemos dizer que essa é uma possibilidade. Nós, como Estado, temos evidências de que os militares dos EUA na Síria estão transferindo terroristas de um lugar para o outro, especialmente membros do EI-K [Estado Islâmico-Khorasan] e da antiga Frente al-Nusra [grupo terrorista proibido na Rússia e em vários outros países]", disse Jaafari.

Conforme o vice-chanceler sírio relatou à Sputnik, os EUA transferiram terroristas da Síria para o Afeganistão e Burkina-Faso e que o uso de mercenários é uma prática bem estabelecida por Washington nesses casos.
Segundo uma reportagem do jornal norte-americano The Wall Street Journal, publicada em outubro do ano passado, os EUA gastaram 88 bilhões de dólares (R$ 454 bilhões) em armamento e treinamento de militares afegãos na tentativa de impedir que o Talibã (organização sob sanções da ONU por atividade terrorista) voltasse ao poder, em agosto de 2021.
De acordo com o veículo, um número "relativamente pequeno, mas crescente", de ex-soldados e espiões afegãos estava se juntando às fileiras do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) para lutar contra os talibãs.
O Estado Islâmico-Khorasan (EI-K) é um ramo do Daesh que atua no Afeganistão e no Paquistão.
Caro visitante, tendo em vista o risco de a Sputnik Brasil sofrer bloqueios na Internet, para você não perder nosso conteúdo se inscreva em nosso canal no Telegram.
Caminhões e helicóptero das Forças Armadas da Rússia em Armyansk, no norte da Crimeia. - Sputnik Brasil, 1920, 25.02.2022
Panorama internacional
OTAN não é bloco econômico e deveria ter sido desmantelada, diz pesquisador
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала