Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Batalhão ucraniano usou sistemas Grad para atingir áreas residenciais perto de Mariupol, diz Rússia

© Sputnik / Stringer / Abrir o banco de imagensMilitares ucranianos junto do lançador múltiplo de foguetes BM-21 Grad em campo de treinamento de artilharia na região de Kiev
Militares ucranianos junto do lançador múltiplo de foguetes BM-21 Grad em campo de treinamento de artilharia na região de Kiev - Sputnik Brasil, 1920, 27.02.2022
Nos siga noTelegram
Nacionalistas do batalhão Azov usaram neste sábado (26) lançadores múltiplos de foguetes Grad em zonas residenciais nos arredores de Mariupol e contra uma escola de Mariupol, disse hoje (27) o major-general Igor Konashenkov, representante oficial do Ministério da Defesa da Rússia.
"Em 26 de fevereiro das 16h00 às 16h20 [10h00-10h20 no horário de Brasília], nacionalistas ucranianos do batalhão Azov atacaram áreas residenciais de povoamento de Sartana nos subúrbios de Mariupol e a escola Nº 8 na cidade de Mariupol. Como resultado, há destruição de edifícios residenciais e há mortos entre a população civil", disse major-general.
"O Ministério da Defesa russo advertiu que os nacionalistas ucranianos estavam preparando tais provocações", acrescentou.
De acordo com ele, o Exército russo destruiu 975 locais da infraestrutura militar da Ucrânia.
"Entre eles estão 23 postos de comando e centros de comunicação das Forças Armadas da Ucrânia, três postos de radar, 31 sistemas de defesa antiaérea S-300, Buk M-1 e Osa e 48 estações de radar. Foram derrubados oito aeronaves de combate, sete helicópteros e 11 veículos aéreos não tripulados, bem como dois mísseis táticos Tochka-U", acrescentou Konashenkov.
O representante oficial do Ministério da Defesa da Rússia disse que também foram destruídos "223 tanques e outros veículos blindados de combate, 28 aeronaves (em terra), 39 sistemas de lançadores múltiplos de foguetes, 86 morteiros e peças de artilharia, 143 unidades de veículos militares especiais".
Porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 27.02.2022
Panorama internacional
Delegação russa chegou a Belarus pronta para iniciar negociações com Ucrânia, informa Kremlin
O regimento de defesa antiaérea das tropas ucranianas equipado com sistemas Buk M-1 depôs suas armas e se rendeu neste sábado (26), conclui Konashenkov.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала