Caças chineses J-20 podem 'desafiar' Força Aérea de EUA em conflito potencial por Taiwan, diz portal

© AP Photo / Ng Han GuanCaça furtivo J-20 do Exército de Libertação Popular (ELP) da China, em 28 de setembro de 2021
Caça furtivo J-20 do Exército de Libertação Popular (ELP) da China, em 28 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 25.02.2022
Nos siga noTelegram
Os caças chineses de quinta geração J-20 e os mísseis contra porta-aviões, armas hipersônicas e sistemas antiaéreos constituem um conjunto "poderoso e mortal", de acordo com o portal 19FortyFive.
Segundo escreve o site, esse armamento pode desafiar a Força Aérea norte-americana em um conflito potencial por Taiwan.

"Os Estados Unidos se acostumaram a ser o rei do céu nos últimos 20 anos de conflitos no Oriente Médio e no sul da Ásia. Nenhuns insurgentes ou terroristas poderiam ameaçar os americanos no ar. Mas agora há a China para eles se preocuparem", diz o artigo no portal.

Nota-se que os J-20 se destacam pela excelente manobrabilidade, aviônicos e sistemas de rastreamento. Como um dos principais pontos fracos são nomeados seus motores, que não respondem aos requisitos de baixa detectabilidade.
Caças J-20 da Força Aérea do Exército Popular de Libertação  - Sputnik Brasil, 1920, 17.01.2022
VÍDEO mostra caça J-20 da China em exercício noturno para elevar prontidão de combate
Mesmo assim, de acordo com a publicação, a China planeja fabricar mais de 500 unidades do J-20.
Em dezembro do ano passado, a revista Military Watch relatou que a empresa Chengdu Aircraft Industrial Group anunciou o aumento do ritmo de fabricação dos aviões de quinta geração J-20.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала