Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Putin sobre operações especiais militares na Ucrânia: Rússia foi deixada sem opções

© Sputnik / Evgeny Biyatov / Abrir o banco de imagensPessoas na Ponte Flutuante do parque Zariadie, Moscou
Pessoas na Ponte Flutuante do parque Zariadie, Moscou - Sputnik Brasil, 1920, 24.02.2022
Nos siga noTelegram
O presidente da Rússia, Vladimir Putin afirmou em um encontro com empresários russos, no início da noite desta quinta-feira (24), em Moscou, que "Rússia foi deixada sem opções", ao se referir às operações especiais militares na Ucrânia.
De acordo com Putin, a Rússia estava se preparando para esta situação envolvendo a Ucrânia, analisando os riscos.
Sobre as sanções econômicas que continuam sendo impostas ao país e ações futuras para o setor empresarial, o presidente destacou que a Rússia faz parte da economia mundial e não vai prejudicar esse sistema.
"Os parceiros econômicos da Rússia não devem expulsar o país do sistema financeiro internacional, mas de certeza, haverá restrições", disse Putin.
Levando-se em conta a atual crise geopolítica, os empresários devem procurar novos instrumentos junto ao governo do país para garantir investimentos e linhas de crédito.
O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, chega para uma reunião extraordinária de líderes da União Europeia para discutir a situação da Ucrânia e da Rússia no prédio do Conselho Europeu em Bruxelas, Bélgica 17 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 24.02.2022
Panorama internacional
Crise ucraniana: Defesa autoriza participação de Portugal de 'manobras de dissuasão' da OTAN

"O que está acontecendo é uma medida forçada. Não nos deixaram chances para agir de outra forma. Criaram tais riscos na esfera de segurança que não era possível reagir com outros meios", disse Putin.

Segundo o chefe da União Russa de Industriais e Empresários (RUIE, na sigla em inglês), Alexander Shokhin, as empresas russas terão de trabalhar em condições difíceis.
"Não apenas o Estado, a economia como um todo, aprendeu a sobreviver à crise, mas também os negócios russos. Desde 2014, aprendi a me adaptar aos fenômenos de crise e, além disso, aprendi a resolver problemas de desenvolvimento", afirmou Shokhin.
Para o líder da RUIE, será necessário implementar uma estratégia de substituição de importações e avaliar quais parceiros estão prontos para continuar a cooperação a depender da oportunidade e sucesso das ações do Kremlin.
A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, fala durante o briefing sobre política externa em Moscou, Rússia, quinta-feira, 20 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 24.02.2022
Panorama internacional
MRE da Rússia: não é o começo da guerra, é a tentativa de evitar guerra mundial
Na última segunda-feira (21), após o reconhecimento de Moscou das duas repúblicas do Donbass, EUA, Reino Unido e Austrália impuseram uma "primeira parcela" de fortes sanções contra a economia russa atingindo diretamente bancos de desenvolvimento estatais e transações com a dívida soberana do país, bem como líderes do governo e figuras sociais.
Ainda nesta quinta-feira (24), o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, e o presidente ucraniano, Vladimir Zelensky, pediram que a Rússia fosse cortada do sistema de transações bancárias da Sociedade de Telecomunicações Financeiras Interbancárias Mundiais (SWIFT, na sigla em inglês), com sede em Bruxelas. No entanto, o presidente dos EUA, Joe Biden, já rejeitou esses pedidos anteriormente.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала