Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Blinken diz que Rússia pode iniciar 'invasão total' da Ucrânia ainda hoje

© AP Photo / Hamish BlairO secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, participa da conferência de imprensa dos ministros das Relações Exteriores do Quad em Melbourne, sexta-feira, 11 de fevereiro de 2022
O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, participa da conferência de imprensa dos ministros das Relações Exteriores do Quad em Melbourne, sexta-feira, 11 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 23.02.2022
Nos siga noTelegram
Nesta quarta-feira (23), o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, afirmou à mídia norte-americana que a Rússia pode iniciar "invasão total" da Ucrânia até o final desta noite.
Em entrevista à emissora NBC News, ao ser perguntado se a Rússia realizaria uma "invasão total" da Ucrânia, Blinken afirmou que há indícios de que as forças russas estão posicionadas para realizar um ataque dessa magnitude.
"Sim, infelizmente a Rússia posicionou suas forças no ponto final de prontidão nas fronteiras da Ucrânia, ao norte, ao leste e ao sul, tudo parece estar pronto para a Rússia se envolver em uma grande agressão contra a Ucrânia", disse Blinken.
Apesar da avaliação, o chefe da diplomacia norte-americana afirmou que ainda acredita ser possível "evitar uma grande agressão".
© REUTERS / ALEXANDER ERMOCHENKOMilitares da autoproclamada República Popular de Donetsk pendurando faixa nas portas de uma escola que diz: "A República Popular de Donetsk é nossa pátria e nós devemos defendê-la!", Donetsk, 19 de fevereiro de 2022
Militares da autoproclamada República Popular de Donetsk pendurando faixa nas portas de uma escola que diz: A República Popular de Donetsk é nossa pátria e nós devemos defendê-la!, Donetsk, 19 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 24.02.2022
Militares da autoproclamada República Popular de Donetsk pendurando faixa nas portas de uma escola que diz: "A República Popular de Donetsk é nossa pátria e nós devemos defendê-la!", Donetsk, 19 de fevereiro de 2022
Os EUA e seus aliados europeus impuseram novas sanções contra a Rússia na terça-feira (22), depois que o presidente russo, Vladimir Putin, assinou decretos reconhecendo a independência das repúblicas populares de Donetsk e Lugansk (RPD e RPL, respectivamente).
Sob os novos tratados, Moscou se comprometeu a garantir a segurança das duas repúblicas. A decisão da Rússia ocorreu após uma deterioração significativa da situação ao longo da linha de contato em Donbass.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала