Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

'Sem contato com a realidade': Moscou critica alertas 'falsos' dos EUA sobre ameaças de ataques

© REUTERS / Valentyn OgirenkoMilitar ucraniano desembala mísseis antitanque Javelin transportados pelos EUA ao Aeroporto Internacional Boryspil, perto de Kiev, Ucrânia, 10 de fevereiro de 2022
Militar ucraniano desembala mísseis antitanque Javelin transportados pelos EUA ao Aeroporto Internacional Boryspil, perto de Kiev, Ucrânia, 10 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 21.02.2022
Nos siga noTelegram
Acusações de que Moscou está se preparando para "invadir" a Ucrânia, ou mesmo a retórica de "ameaça russa" empurrada pelo Ocidente, não mostraram sinais de diminuir nos últimos meses.
Embora todas as alegações infundadas repetidas por autoridades norte-americanas tenham sido negadas pelo Kremlin, os EUA insistem em emitir alertas sobre supostos planos do Kremlin.
No domingo (20), a Embaixada dos EUA em Moscou alertou seus cidadãos sobre possíveis "ataques em shopping centers, metrô e estações ferroviárias" na capital do país, São Petersburgo e cidades russas na fronteira com a Ucrânia, além de aconselhar seus cidadãos a considerarem deixar a Rússia.
Em resposta, o Serviço Federal de Segurança (FSB) da Rússia afirmou em um comunicado de imprensa nesta segunda-feira (21) que não recebeu nenhuma informação do FBI ou da CIA sobre ameaças de ataques contra cidades russas.
O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, comentou que o aviso emitido foi um movimento incomum, e que o Kremlin estava verificando as informações com a inteligência dos EUA.
O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, também afirmou na segunda-feira (21) que as autoridades russas não encontraram nenhuma confirmação das supostas "ameaças" aludidas no comunicado emitido pela missão dos EUA.
A representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, disse ainda que a missão diplomática dos EUA estava "fora de contato com a realidade", buscando semear medo entre o povo russo.
© AP Photo / Alex BrandonO secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken cumprimenta o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, antes de sua reunião, sexta-feira, 21 de janeiro de 2022, em Genebra, Suíça
O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken cumprimenta o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, antes de sua reunião, sexta-feira, 21 de janeiro de 2022, em Genebra, Suíça - Sputnik Brasil, 1920, 21.02.2022
O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken cumprimenta o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, antes de sua reunião, sexta-feira, 21 de janeiro de 2022, em Genebra, Suíça. Foto de arquivo
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала