Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Líderes de RPD e RPL pedem que Putin reconheça independência das repúblicas populares (VÍDEO)

© Sputnik / Sergei Averin / Abrir o banco de imagensLíder da RPD Leonid Pasechnik (à esquerda) e líder da RPL Denis Pushilin durante o fórum de integração Donbass Russo em Donetsk
Líder da RPD Leonid Pasechnik (à esquerda) e líder da RPL Denis Pushilin durante o fórum de integração Donbass Russo em Donetsk - Sputnik Brasil, 1920, 21.02.2022
Nos siga noTelegram
Ambos os líderes das autoproclamadas repúblicas populares de Donetsk e Lugansk pediram que Vladimir Putin, presidente da Rússia, reconhecesse a independência dos dois territórios.
As autoridades de Donetsk e Lugansk exortaram o presidente da Rússia a reconhecer como soberanos os territórios das autoproclamadas repúblicas populares.
"Estimado Vladimir Vladimirovich [Putin], com o objetivo de evitar a morte em massa dos civis da república, 300.000 dos quais são cidadãos da Rússia, peço a você que reconheça a soberania e independência da República Popular de Lugansk", disse na segunda-feira (21) Leonid Pasechnik, líder da região, ao canal Rossiya 24.
Denis Pushilin, líder do território em Donetsk, também considera apropriado que a região passe a integrar à Rússia.
"Com o objetivo de determinar a personalidade jurídica internacional, e como tal, a possibilidade de se opor totalmente à agressão militar ucraniana, impedir baixas civis, a destruição de infraestruturas e habitações, em nome de todo o povo da República Popular de Donetsk, peço para que o senhor reconheça a República Popular de Donetsk como um país independente, democrático, de Estado de direito e social", instou Pushilin em seu discurso a Putin transmitido no Rossiya 24.
O líder da autoproclamada República Popular de Donetsk expressou ao presidente russo sua "gratidão sincera pela atitude compassiva do senhor para com o destino dos moradores de Donbass e a ajuda inestimável, que nos permite sobreviver sob as investidas agressivas das autoridades de Kiev desde 2014".
Candidato à Presidência da Rússia Pavel Grudinin e líder do Partido Comunista Gennady Zyuganov na sede eleitoral do partido, 18 de março de 2018 - Sputnik Brasil, 1920, 20.01.2022
Panorama internacional
Comunistas propõem a Putin ponderar possível reconhecimento da independência do leste da Ucrânia
Denis Pushilin chamou Putin a assinar um acordo de paz e colaboração entre a autoproclamada república e a Rússia, que inclui a cooperação na área militar.
"Sobretudo, quero sublinhar que a Rússia, como garantidora e mediadora dos acordos de Minsk, defende os interesses de nossos residentes tendo como base o direito internacional em todas as etapas da resolução do conflito entre a República Popular de Donetsk, República Popular de Lugansk e a Ucrânia".
O líder da autoproclamada República Popular de Donetsk explicou as principais razões por trás do pedido.
"Suas decisões políticas, tais como o reconhecimento de documentos, dados aos moradores das nossas repúblicas, e a possibilidade de obter cidadania da Federação da Rússia, não têm preço para nós, para pessoas que se sentem russas em espírito e consideram seu principal objetivo a integração na sociedade sociopolítica e espaço cultural russos", afirmou ele.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала