Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Embaixada dos EUA na Rússia alerta para possíveis atentados em Moscou e recomenda saída do país

© AP Photo / Alexander ZemlianichenkoA Embaixada dos EUA e a bandeira norte-americana são vistas em Moscou, na Rússia, em 11 de maio de 2021
A Embaixada dos EUA e a bandeira norte-americana são vistas em Moscou, na Rússia, em 11 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 20.02.2022
Nos siga noTelegram
A Embaixada dos EUA na Rússia soltou um comunicado, neste domingo (20), em que alerta para possíveis atentados em Moscou, São Petersburgo e áreas fronteiriças à Ucrânia e recomenda que os norte-americanos deixem o país.

"De acordo com fontes da mídia, houve ameaças de ataques a shopping centers, estações de trem e metrô e outros locais de afluência pública nas principais áreas urbanas, incluindo Moscou e São Petersburgo, bem como em áreas de maior tensão em toda a fronteira russa com a Ucrânia", relatou a embaixada em comunicado.

Assim, a missão diplomática sugeriu que os cidadãos norte-americanos na Rússia tomem medidas para deixar o país sem depender do governo dos EUA.

"Reveja seus planos de segurança pessoal. Tenha planos de evacuação que não dependam da assistência do governo dos Estados Unidos", pediu a missão.

Os EUA e outros países ocidentais acusam a Rússia de preparar uma invasão à vizinha Ucrânia. Moscou rejeita as suspeitas e acusa a OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) de procurar pretextos para enviar mais equipamentos militares às fronteiras russas.
O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, afirmou que o Ocidente desencadeou uma "histeria" para encobrir a sabotagem da Ucrânia aos Acordos de Minsk, que lançam as bases para uma solução política para o conflito armado interno em Donbass.
Militares das Forças de Defesa Territoriais ucranianas perto de Kiev, Ucrânia, 19 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 20.02.2022
Panorama internacional
Analistas explicam como EUA se beneficiariam da 'invasão' da Ucrânia pela Rússia
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала