Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Militares da Venezuela desativam 12 explosivos na fronteira com a Colômbia

© AP Photo / Yuri CortezSoldados das forças especiais do exército venezuelano gritam slogans enquanto marcham durante um desfile de ensaio no âmbito das comemorações do Dia da Independência, em Fuerte Tiuna, Caracas, em 3 de julho de 2021
Soldados das forças especiais do exército venezuelano gritam slogans enquanto marcham durante um desfile de ensaio no âmbito das comemorações do Dia da Independência, em Fuerte Tiuna, Caracas, em 3 de julho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 18.02.2022
Nos siga noTelegram
Segundo comandante venezuelano, os explosivos foram encontrados em um vilarejo com construções simplórias que abrigavam suposto laboratório de drogas pertencente a grupos terroristas colombianos.
O chefe do Comando Operacional Estratégico (CEO), Domingo Hernández, informou na quinta-feira (17) que militares venezuelanos desmantelaram um suposto laboratório de drogas do grupo Terroristas Armados Narcotraficantes Colombianos (TANCOL). Ao mesmo tempo, os militares desativaram 12 explosivos.
Sob a fachada de uma humilde choupana camponesa, cercada por bananeiras e galinhas, um laboratório de processamento de cocaína dos grupos TANCOL estava escondido em seu interior, de forma muito disfarçada e mascarada, em torno dele, 12 cartuchos de explosivos foram desativados
O governo da Venezuela denunciou no ano passado a presença de grupos colombianos irregulares em seu território, que pretendem desestabilizar o país e usá-lo para o tráfico de drogas.
Nas últimas semanas, as autoridades venezuelanas implantaram uma operação em todos os estados fronteiriços com o objetivo de expulsar esses grupos de seu território.
O ano de 2022 começou violento na fronteira entre Colômbia e Venezuela, com o aumento da tensão entre grupos que já se enfrentaram intensamente desde a década retrasada.
Na semana passada, o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, acusou o presidente colombiano, Iván Duque, de equipar e treinar membros de uma organização criminosa que foi destruída pelas forças policiais esta semana no estado de Aragua e que operava na região da capital venezuelana, conforme noticiado.
Soldados durante uma parada militar na Venezuela - Sputnik Brasil, 1920, 17.01.2022
Venezuela reforça presença militar na fronteira com Colômbia em meio a confrontos entre guerrilhas
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала